Geléia pra todos os gostos

Geléia pra todos os gostos

Atualizado: Quarta-feira, 20 Outubro de 2010 as 11:55

Receita de geleia morango, gengibre e baunilha

Ingredientes

600g de morangos limpos 1 xícara de açúcar cristal 1 colher (sopa) de essência de baunilha 1 colher (chá) de gengibre picado suco de 1/2 limão

Preparo

Em uma panela coloque todos os ingredientes e cozinhe em fogo baixo, mexendo bem, até chegar na consistência de geleia.

Receita de geleia damasco e mexerica

Ingredientes

350g de damasco seco picado suco de 2 mexericas suco de 1 limão 1 xícara de açúcar cristal 1 colher (chá) de cravo da índia água o quanto baste

Preparo

Em uma panela coloque todos os ingredientes e cozinhe até o damasco ficar bem mole, a ponto de desmanchar quando apertá-lo com a colher. Se for necessário vá acrescentando água. Tire do fogo quando chegar na consistência de geleia.

Geléia de maracujá

Ingredientes

5 maracujás grandes e suculentos (os meus pesaram 815 g) 1 kg de açúcar cristalizado

Preparo

Lave os maracujás, parta ao 1/2 e retire as sementes. Bata no liquidificador com um pouco de água, mas não bata demais para não triturar as sementes. Passe o suco por peneire fina e reserve.

Coloque as cascas na panela de pressão, cobrindo com água. Cozinhe por 5 minutos. Deixe esfriar um pouco, retire a polpa branca, raspando bem com uma colher. Bata no liquidificador até ficar cremoso, acrescentando um pouco do suco concentrado de maracujá para homogeneizar.

Para cada 2 medidas de polpa, use 1 de açúcar cristal. Leve ao fogo e deixe apurar até começar a aparecer o fundo da panela. Misture o suco concentrado e o restante de açúcar e cozinhe até dar o ponto.

A geléia deve ser colocada nos vidros esterilizados ainda quente.

Para esterilizar, costumo colocar um pano no fundo da panela e acondiciono os vidros e as tampas. Depois que começa a ferver, conto mais 10 minutos e desligo. Retiro os vidros com pinça e deixo-os emborcados sobre pano limpo. Dessa forma eles secam facilmente. Se ficar algum resíduo de umidade, é só secar com o pano. Isso garante a durabilidade da geléia.

Apesar da quantidade de açúcar, o resultado é uma geléia azedinha e muito gostosa.

Geléia de Maçã

10 maçãs pequenas 1 Kg de açúcar 1/2 copo de água 1 limão (suco) Descasque as maçãs e rale na parte mais grossa do ralador(onde se rala cenoura).

Vá espremendo suco de limão em cima da maçã ralada para não escurecer.

Depois de todas raladas coloque numa panela com 1 Kg de açúcar e deixe cozinhar.

Às vezes mecha com a colher de pau e coloque a água para ter um caldinho e não ficar muito seca. A maçã tem muita pectina e fica pronta rapidinho. É deliciosa.

Geléia de Morangos

Ingredientes da Geléia de Morango

2 xícaras de morangos picados 1/4 xícara de açúcar Modo de preparo da Geléia de Morango

1.Leve o morango e o açúcar ao fogo por uns 15 minutos.

2.Quando os morangos começarem a desmanchar já esta pronta.

Geléia (doce) de bana

Ingredientes

2 bananas amassadas 1/2 limão pequeno 1 pau de canela 1 colher de sopa de açúcar mascavo Modo de Preparo

Descasque e amasse as bananas com um garfo

Esprema o suco de limão sobre elas e misture

Coloque numa panela as bananas amassadas com limão, o açúcar mascavo e o pau de canela.

Leve ao fogo baixo e vá mexendo com frequência até que esteja cozido, cremoso e num tom castanho.

O tempo de cozimento vai variar com a quantidade de bananas que você usar. Para duas bananas eu acredito que uns 10 minutos sejam suficientes. Fique muito atento e tome cuidado para não deixá-lo queimar.

Geléia de pimenta

Ingredientes

500g de pimenta dedo-de-moça 500g de pimentão vermelho 1 kg de açúcar 1 xícara (chá) de suco de limão ou de abacaxi

Modo de Fazer

Lave as pimentas e corte-as no sentido do comprimento. Tire as sementes e a fibra mais clara. Faça o mesmo com o pimentão. Corte os dois bem picadinho, sem esmagar para formar uma pasta grossa. Leve a mistura ao fogo com uma colher de açúcar e uma xícara (chá) de suco de limão ou abacaxi. Quando começar a ferver, acrescente o resto do açúcar . Continue mexendo no fogo até ficar no ponto de geleia. Coloque-a em potes de vidro, tampe e deixe de cabeça para baixo por 20 minutos. Você pode guardar na geladeira por até um mês.

ESTERELIZANDO VIDROS

Lavagem prévia

Antes de mais nada, lave muito bem o vidro e a tampa. Se for reaproveitar embalagens, retire o rótulo (se precisar, deixe de molho em água quente para que a cola amoleça). Marcas de lote e validade diretamente no vidro saem facilmente com o lado áspero da bucha.

Verifique o estado da tampa: se for de metal, certifique-se de que não há pontos de ferrugem. Se houver borracha de vedação, confira se está em bom estado – se estiver rachada ou desmanchando, é melhor tirá-la fora de uma vez.

Enxágüe bem o vidro e a tampa para eliminar qualquer resquício de detergente.

Esterilizando no fogão

O vidro: no fundo de uma panela, coloque um pano limpo dobrado. Sobre o pano, apóie o vidro (ou os vidros, se a panela for grande o suficiente). Encha com água – o vidro também deve ser preenchido, e deve permanecer aberto. A panela precisa ser alta o suficiente para que a água cubra todo o vidro. Leve a panela ao fogo alto. Espere ferver e marque 20 minutos.

A tampa: se for de metal, a tampa pode ser levada ao fogo junto com o vidro. Se for de plástico, coloque-a na água fervente apenas durante os últimos 5 minutos.

Espere a água da panela esfriar um pouco antes de tentar retirar o vidro, a não ser que sua cozinha seja equipada a ponto de ter pinças próprias para retirá-lo.

Esterilizando no forno

O vidro: se você não tiver uma panela grande o bastante para comportar o recipiente da futura conserva, pré-aqueça seu forno em temperatura alta, coloque o vidro dentro de uma assadeira e leve ao forno por 20 minutos.

A tampa: tampas de plástico ou com vedação de borracha correm o risco de derreter no forno. Esterilize-as usando uma panela de água fervente. Tampas de plástico ficam na fervura por 5 minutos; tampas de metal, por 20 minutos.

Dicas Finais

O vidro e a tampa devem secar ao natural, para evitar os fiapos do pano de prato.

Não apóie o vidro quente diretamente sobre uma superfície fria, pois ele pode trincar.

Algumas conservas só podem ser montadas após o vidro esfriar. Tenha paciência e siga corretamente as indicações de preparo, para não comprometer o resultado.

veja também