Informações básicas para uma dieta saudável

Informações básicas para uma dieta saudável

Atualizado: Domingo, 3 Fevereiro de 2008 as 12

Se você reclama que não tem tempo de se alimentar direito, saiba que é possível criar hábitos alimentares saudáveis e que valem a pena.

Na base da pirâmide estão os alimentos que devem ser mais freqüentes em seu cardápio. "Os nutrientes dos carboidratos devem representar 60% das calorias ingeridas diariamente", explica. À medida que os níveis na figura forem subindo, a freqüência ou quantidades dos alimentos devem ser restringidos nas refeições. A recomendação, de acordo com a nutricionista, é a ingestão de cinco porções diárias de frutas e hortaliças, duas de leite e uma de carne em cada uma das grandes refeições. Os açúcares e as gorduras, disponíveis no topo da pirâmide, devem ser consumidos com bastante cuidado. "Esses elementos nutricionais já se encontram no grupo de carboidratos, carnes e laticínios".

É importante que os apressadinhos de plantão saibam: é possível substituir o fast food por uma alimentação saudável, sem perder a praticidade e a rapidez da comida trash . Confira, abaixo, um cardápio que pode atender as suas necessidades.

Café da manhã: existem várias pesquisas que comprovam que os estudantes saem de casa sem comer nada. Você mesmo, nunca abriu mão do café da manhã para curtir um pouco mais a cama? E o tempo não é uma boa desculpa para encobrir essa falha. Uma vitamina de frutas demora menos de 30 segundos para ficar pronta e é bem mais saudável do que um simples chocolate quente da máquina do escritório. Frutas, iogurtes, pães e café com leite podem enriquecer ainda mais a sua primeira refeição do dia.

Almoço: se você não consegue jantar direito, essa deve ser a principal refeição do dia. A comida tradicional do brasileiro é suficiente: arroz, feijão, uma porção de carne, salada e legumes cozidos. Se preferir, substitua o arroz e o feijão por macarrão. Evite carnes gordas e frituras.

Jantar: pipoca, cachorro-quente e salgadinho podem ser substituídos por um sanduíche natural. Segundo a nutricionista Maria Emília, dependendo dos componentes do lanche, ele pode ter o mesmo peso de uma refeição. O pão acaba substituindo o arroz e o feijão. Acrescente ao seu lanche um pedaço de carne, frango ou queijo, fontes de proteínas, e opte por alguma verdura ou hortaliça. "Pode ser pepino, cenoura ralada, tomate, alface ou agrião. Escolha o que mais agradar seu paladar", sugere.

Postado por: João Neto

veja também