Miojo, nuggets e congelados podem se tornar alimentos saudáveis

Miojo, nuggets e congelados podem se tornar alimentos saudáveis

Atualizado: Quarta-feira, 26 Maio de 2010 as 7:16

Atire a primeira pedra quem nunca se rendeu aos alimentos congelados ou semiprontos. 'Salvadores da pátria' de quem leva uma vida corrida e não tem tempo para nada, a Convenience Food já caiu no gosto popular e está se tornando cada vez mais comum.

As opções incluem massas, saladas pré-lavadas, legumes pré-cozidos, sopas e muito mais. Mas será que estes tipos de alimentos são mesmo saudáveis? A nutricionista Márcia Terra, especialista em nutrição clínica pelo ICHC/USP, diz que é possível sim aliar comida instantânea ao que ela chama de 'saudabilidade'.

Segundo a especialista, tudo depende dos ingredientes e da forma de preparo. "A comida feita em casa pode até ser menos saudável do que a comprada pronta, devido à adição de sal, grande vilão em pratos com arroz e feijão", afirma.

Segundo Márcia, o "fast food" ou a "comida rápida" sempre foi sinônimo de alimento pouco saudável, mas isto está mudando. "Existe uma infinidade de tipos de refeições rápidas, desde sanduíches, pratos liofilizados (desidratados) e enlatados até pratos prontos congelados. A comida de conveniência foi desenvolvida para ser preparada com rapidez e assim se encaixar no modo de vida do consumidor do século XXI. Desde a embalagem, até a forma de preparo, tudo é pensado para facilitar a vida".  

Estudos mostram que, na década de 80, o brasileiro gastava em torno de duas horas por dia para preparar as refeições e que, hoje, o tempo médio caiu para 20 minutos. O consumo de massa instantânea, que leva três minutos para ficar pronto, é um bom exemplo disso. De acordo com a Abima (Associação Brasileira das Indústrias de Massas Alimentícias), o consumo desse tipo de massa aumentou 13% nos últimos cinco anos.  

Desejo dos consumidores -   Estudo Fiesp/Ibope divulgado esta semana, o Brasil Food Trends 2020, apontou que na hora da compra a preferência da maior parte das pessoas, 34% do total de entrevistados, e por alimentos congelados e semiprontos.

Em resposta a vida agitada e as mil e uma tarefas que temos que fazer ao mesmo tempo, o consumidor está optando pela praticidade e conveniência dos alimentos prontos, que também estão entre os produtos que mais despertam o desejo do consumidor, quando lançados no mercado, segundo 21% dos entrevistados.

A pedido do   G&N , Márcia Terra preparou uma sugestão de cardápio rápido para uma refeição nutritiva. Veja só:

- No supermercado: compre um saquinho de verdura lavada e tomates. Na sessão de congelados, escolha legumes como cenoura, ervilha e milho. Pegue um requeijão light, azeite, frutas ou sorvete. Na sessão de massas escolha uma massa instantânea com fibras.  

- Em casa: coloque duas panelas de água para ferver. Em uma coloque o macarrão instantâneo e cozinhe, na outra, coloque os legumes congelados e deixe ferver até ficarem tenros. Escorra os dois e reserve.  

- Em uma panela maior coloque azeite, alho amassado, cebola picada e refogue, junte algumas colheres de requeijão e misture. Acrescente os legumes e por último o macarrão. Tempere com sal e pimenta a gosto. De entrada sirva uma salada de folhas verdes com tomates, como prato principal o macarrão com legumes, e de sobremesa frutas ou sorvete.

Viu como é fácil fazer uma refeição prática e saudável? Basta fazer combinações e usar a Convenience Food a seu favor. Família e amigos agradecem porque todos ganharão tempo e saúde.  

veja também