Nega maluca na caneca

Nega maluca na caneca

Atualizado: Quarta-feira, 24 Novembro de 2010 as 10:28

Foi uma aula a quatro mãos. Na bancada da cozinha do evento Casa Boa Mesa estavam a culinarista Cidinha Santiago e sua filha Luana, de 12 anos. Juntas elas prepararam o clássico bolo nega maluca. A novidade é que ele veio na caneca – um argumento divertido para convencer a criançada a participar do preparo da massa.

Eu conheci Cidinha nos anos 1990, quando fui fazer uma entrevista com a primeira-dama dos programas de culinária na TV, a saudosa Ofélia Anunciato – com quem ela trabalhou por nove anos. Ainda hoje Cidinha continua nos bastidores da TV, assessorando programas de culinária e promovendo eventos.

"O nega maluca é um bolo bem tradicional. Minha mãe era doceira e sempre fazia essa receita que leva chocolate em pó, farinha de trigo, açúcar, ovos e cobertura de chocolate", disse Cidinha, mineira de Juiz de Fora. E completou: "Gosto muito de fazer comida para crianças". Como muitos pequenos não comem legumes, ela contou que costuma enriquecer as receitas de um jeito "disfarçado": "Acrescento legumes aos pães, ponho espinafre na hora de cozinhar o feijão, faço bolo de beterraba e até de agrião".

Durante a aula no evento, as crianças não desgrudaram do balcão – inclusive minha filha Luiza, 5 anos. Depois que o bolo saiu do forno nas canequinhas, fez-se a festa com confeitos coloridos. "Dá para elaborar qualquer massa de bolo caseiro na canequinha", disse a culinarista.

Essa receita de nega maluca me lembrou a Duca, uma gaúcha que mora em Caraíva, no paradisíaco litoral baiano, há mais de 30 anos. Todas as vezes que passei alguns dias relaxantes nessa praia provei a imperdível sobremesa nega maluca que a Duca fazia em sua pousada, o Canto da Duca. Ela servia à tarde, na hora da preguiça e da gula. Sua receita é secreta, mas do que consegui sondar, ela usa uma porção generosa de uma pasta densa feita de chocolate em pó, acompanhada de um creme que leva canela e rodelas de banana. Tudo isso servido gelado. É o doce mais famoso desse recanto.

Voltando ao bolo nega maluca... A atividade me inspirou a repetir a dose em casa. Milha filha foi para cozinha comigo com direito a chapéu de minichef. E ela mesma escolheu a receita: bolo de banana com goiabada. A experiência comprova que promover o encontro entre pais e filhos na cozinha pode ser um caminho para, literalmente, alimentar a educação das crianças para o paladar.

Bolo nega maluca

Rendimento: 6 canecas

Massa

4 ovos 1 xícara (chá) de óleo de milho ou canola 1 xícara (chá) de água quente 2 xícaras (chá) de farinha de trigo 1/2 xícara (chá) de chocolate em pó 1 xícara (chá) de açúcar 1 colher (sopa) de fermento em pó

Para a cobertura

5 colheres (sopa) de açúcar 3 colheres (sopa) de chocolate em pó 1 colher (sopa) de leite 1 colher (sopa) de margarina

Modo de preparo

Bata no liquidificador os ovos, o óleo e a água. Reserve. Em uma tigela, misture os ingredientes secos com um fouet (farinha de trigo, chocolate, açúcar e fermento). Em seguida, acrescente os ingredientes que foram previamente batidos. Repare que a massa precisa ser mais consistente, não pode ser muito líquida, se necessário, corrigir com um pouco de farinha (1/2 xícara). Misture bem. Unte 6 canecas com margarina e polvilhe-as com farinha de trigo.

Despeje a massa do bolo nas canecas esmaltadas, sem encher até o topo (complete 2/3 da caneca). Leve ao forno, previamente aquecido a 180ºC, por 25 minutos (ou, se preferir, coloque as canecas no microondas por 2 minutos). Para fazer a cobertura, coloque em uma panela todos os ingredientes e misture bem até derreter, fazendo uma calda quente. Coloque-a sobre o bolo ainda quente. Decore com confeitos coloridos, nozes picadas e açúcar.

Dicas da Cidinha Santiago:

- o bolo pode ser feito também em caneca de louça ou vidro.

- se não quiser fazer na caneca, use uma assadeira. Depois você pode cortar, embalar em papel filme ou alumínio.

A confeiteira Laura Estima também atraiu a atenção das crianças em aula no evento Casa Boa Mesa. Com a mesma proposta de fazer minibolos para minichefs, ela apostou na receita feita à base de cenoura: "A raspinha de limão na massa dá um gosto especial e a cenoura pode ser substituída por banana ou maçã", disse Laura, proprietária da Doce de Laura, loja de doces e salgados na Vila Madalena. "Digo que minha loja é como casa de avó, eu faço receitas antigas como as vovós faziam".

Dicas para se divertir na cozinha com as crianças:

- escolha uma receita que a criança possa realmente participar do preparo, como massas e biscoitos.

- se optar por fazer pão, procure moldá-los e decorá-los de forma divertida.

- sanduíches cortados em formatos lúdicos também fazem sucesso.

- deixe as crianças longe dos objetos cortantes.

- manusear aparelhos eletrônicos como o liquidificador é tarefa para adultos.

- mantenha as crianças longe do forno e do fogão, principalmente quando estiverem acesos.

Bolo de cenoura

Rendimento : 15 porções

Massa

4 ovos 3 cenouras raladas 1 xícara (chá) de óleo 2 xícaras (chá) de açúcar 2 xícaras (chá) de farinha de trigo 1 colher (sopa) de fermento 1 colher (sopa) de raspas de limão Cobertura

1 lata de leite condensado 1 gema 2 colheres (sopa) de achocolatado 1 colher (sopa) de chocolate em pó 1 colher (chá) manteiga 200 g de chocolate granulado

Modo de preparo

Massa

Em uma vasilha misture os ingredientes secos: o açúcar, a farinha de trigo, o fermento e as raspas de limão. Bata no liquidificador os ovos, as cenouras e o óleo. Em seguida, incorpore os ingredientes do liquidificador à tigela com os ingredientes secos e misture tudo. Unte as forminhas com margarina e farinha e coloque a massa do bolo. Leve ao forno (180ºC), por 30 minutos.

Cobertura

Misture tudo e leve ao fogo, deixando ferver por cinco minutos, mexendo sempre. Coloque a cobertura nos bolinhos e salpique chocolate granulado ou confeitos coloridos.

Dicas da chef Laura Estima:

- quem quiser o bolo mais molhadinho pode usar cenoura cozida.

- a forminha de papel impermeável pode ser encontrada em lojas de produto para confeitaria.

Casa Cor - Boa Mesa

Quando: até 30 de novembro Horário: segunda a sábado e feriado, 12h às 21h30; domingo, 12h às 20h Onde: Jockey Club de São Paulo. Av. Lineu de Paula Machado, 1075, São Paulo Ingresso: R$ 30,00 / Meia entrada: R$15,00. Passaporte para todos os dias de evento: R$ 50,00

veja também