Nova comunidade virtual leva web 2.0 ao universo culinário

Nova comunidade virtual leva web 2.0 ao universo culinário

Atualizado: Terça-feira, 1 Setembro de 2009 as 12

Para aqueles que mal sabem fritar um ovo ou para os que amam cozinhar, está no ar Recepedia (www.recepedia.com), comunidade virtual de receitas que pode ser alimentada pelos próprios usuários e que reúne  todas as vantagens da web 2.0 - interatividade, dinamismo, ferramentas colaborativas, feedback instantâneo e rede social.

Pioneiro no Brasil, o site permite ao internauta postar suas invenções culinárias, criar seu caderno pessoal de receitas, acompanhar o que outros usuários estão fazendo, esclarecer dúvidas, "seguir" cozinheiros e interagir com os demais participantes.

Para estimular as trocas, Recepedia já nasce com cerca de 150 vídeos de receitas preparados com a consultoria e produção da chef de cozinha Narda Lepes e sua empresa Comer y Pasarla Bien. Com linguagem simples, todos têm entre um e três minutos de duração e ensinam de maneira bastante direta o passo-a-passo de diversas preparações - de pratos simples, como brigadeiro com avelã, a receitas típicas, como moussaka e guacamole, além de triviais saborosos, como costelinha de cordeiro e nhoque com ervas finas.

Na seção "Receitas Profissa", restaurantes e chefs parceiros do portal disponibilizam segredos de pratos de sucesso, como a famosa massa de pizza da Pizzaria Bráz ou as batatas rústicas da Lanchonete da Cidade, ambos restaurantes de São Paulo (SP). Recepedia ainda oferece um sistema eficiente de busca, no qual os internautas podem encontrar a receita ideal por diferentes caminhos: "Cozinhe com o que tiver na geladeira", "Receitas mais votadas", “Receitas do dia", etc.

Para postar receitas, criar o seu livro e fazer comentários é necessário o preenchimento de um cadastro totalmente gratuito. Todas as outras atrações do site são liberadas sem login. Recepedia é uma iniciativa da Unilever, foi lançado pioneiramente no Brasil, com criação da agência Cubo CC, e terá o seu modelo exportado para o restante dos países onde a empresa atua.

Postado por: Felipe Pinheiro

veja também