Perigo! Contém Glúten

Perigo! Contém Glúten

Atualizado: Sexta-feira, 3 Abril de 2009 as 12

A doença celíaca se caracteriza pela intolerância permanente ao glúten, uma proteína encontrada no trigo, aveia, cevada, centeios e seus derivados. Ainda pouco conhecida, o distúrbio geralmente se manifesta na infância, entre o primeiro e terceiro ano de vida, podendo também se desenvolver a qualquer idade, inclusive na adulta.

Segundo a Acelbra (Associação dos Celíacos do Brasil), estima-se que hoje mais de 300 mil brasileiros são portadores da doença. Ela induz a produção de anticorpos pelo organismo em resposta ao glúten; os quais atacam o intestino delgado, atrofiando-o, dificultando assim a absorção de água e dos nutrientes dos alimentos. Alimentos como pães, massas e bolos preparados de forma tradicional devem ser excluídos da dieta dos celíacos.

De acordo com a Associação dos Celíacos do Brasil os produtos sem glúten mais procurados são os pães, biscoitos, macarrão e pizza. No país são poucos os fabricantes de produtos específico para esse público. Uma das indústrias que está no mercado é o Armazém Brazileiro, empresa de São Paulo, cadastrada pela Acelbra e que desenvolve uma linha de produtos que podem ser consumidos com total tranqüilidade por portadores de doença celíaca, já que são elaborados com matérias-primas de procedência segura e naturalmente isentas dessa substância.

"Não foi intencional, mas sabendo da ausência de opções de alimentos sem glúten no mercado e da dificuldade de conviver com as restrições impostas pela dieta e novos hábitos alimentares, desenvolvemos algumas receitas tipicamente caseiras direcionadas tanto para este público quanto aos que buscam opções mais leves e saudáveis", explica o nutricionista Rafael Cacavallo. Dentre os produtos desenvolvidos exclusivamente pelo Armazém estão o biscoito de queijo, receita exclusiva da casa; pão de queijo em sua versão original e cracker de queijo, ambos livres de quaisquer aditivos químicos. "Realizamos muitos testes. O desafio foi seguir as receitas originais produzindo e congelando em larga escala e ainda obtendo o sabor e a textura dos originais produzidos em casa", afirma o nutricionista.

A rigorosa manutenção da dieta com alimentos livres dessa substância é o único tratamento efetivo atualmente disponível aos celíacos. Abaixo uma tabela de alguns alimentos que são permitidos aos celíacos. Para uma lista oficial de alimentos permitidos e proibidos, acesse o site da Acelbra. E lembrem-se: antes de consumir qualquer produto observe atentamente seu rótulo.

Grupos Permitidos

Farinhas e Féculas Arroz, batata, milho e mandioca.

Bebidas Sucos de frutas e vegetais naturais, refrigerantes, chás, vinhos, champanhe e cafés com selo ABIC.

Leites e Derivados Leite em pó, esterilizados, leites integrais, semi desnatados, leite condensado, creme de leite, queijos fresco, minas, ricota e parmesão.

Açúcares, Doces e Achocolatados Mel, rapadura, glucose de milho, geléias de fruta e de mocotó, doces e sorvetes caseiros preparados com alimentos permitidos. Achocolatados de cacau.

Carnes Todas, incluindo presunto e lingüiça caseira.

Gorduras e Óleos Manteiga, margarina, gordura vegetal hidrogenada, óleos vegetais e azeite.

Grãos Feijão, broto de feijão, ervilha seca, lentilha, amendoim, grão de bico e soja.

Frutas e Hortaliças Todos os tipos de frutas, legumes e verduras.

Condimentos Sal, pimenta, cheiro-verde, ervas, temperos caseiros, maionese caseira, vinagre fermentado de vinhos tinto e de arroz e ajinomoto.

veja também