Quarta-feira é dia de feijoada!

Quarta-feira é dia de feijoada!

Atualizado: Quarta-feira, 6 Outubro de 2010 as 12:04

Já estávamos para fazer um post desse há tempos. Afinal, toda semana temos uma quarta-feira. E quem não (pelo menos eu) aguarda ansiosamente por esse dia?! Feijoada não é um simples feijão preto misturado com arroz e farofa. É muito mais do que isso! Este prato tradicionalmente brasileiro pode ser levar carne de porco, de vaca e embutidos, tudo acompanhado de farofa, couve, torresmo, banana à milanesa, laranja, mandioca frita, entre outros complementos.

E melhor de tudo é que a feijoada tem dois dias da semana, ou seja, sábado também é dia de feijuca! E tem mais: ela não leva apenas comida como acompanhamento, mas também bebidinhas típicas, como a caipirinha e a cerveja, além do ritmo musical pagode.

Ah, vai dizer que você nunca ouviu falar em 'feijoada com pagode'?! Para quem está de dieta, dá para apostar na feijoada light, ou seja, a sem carne de porco. Legal, né?

Ingredientes:

 1 1/2 kg de feijão-preto

1 língua de porco dessalgada

1 pé de porco dessalgado

1 orelha de porco dessalgado

1 rabinho de porco dessalgado

500 g de carne-seca dessalgada

500 g de lombo de porco dessalgado

500 g de costela de porco dessalgada

2 folhas de louro

250 g de toucinho defumado

2 paios

300 g de linguiça portuguesa defumada

300 g de linguiça calabresa defumada

2 cebolas picadas

3 dentes de alho espremidos

4 colheres (sopa) de óleo Sal a gosto

Modo de preparo:

Ponha o feijão de molho em água fria na véspera.

Limpe e lave bem a língua, o pé, a orelha e o rabo.

Afervente por 15 minutos. Escorra e reserve.

Retire a gordura visível da carne-seca, do lombo e da costela e ferva por 15 minutos. Escorra e reserve.

Cozinhe, com a água que ficou de molho, em uma panela grande e ponha mais água.

Junte o louro e o toucinho.

Cozinhe por 30 minutos e acrescente as carnes nesta ordem: a língua, a carne-seca cortada em pedaços grandes, o pé, o rabo, o lombo, os paios e as linguiças em fatias, as costelas e a orelha. Deixe água suficiente para as carnes ficarem cobertas pelo caldo.

Cozinhe por mais duas horas.

Durante o cozimento, elimine a espuma que fica na superfície e verifique com um garfo as carnes.

Se estiverem macias, retire-as do fogo e reserve.

Quando os grãos ficarem macios e o caldo mais grosso, desligue o fogo.

Refogue a cebola e o alho no óleo e junte duas conchas de feijão.

Amasse com um garfo até obter uma pasta e despeje na panela com o feijão restante.

Mexa, devolva as carnes já cozidas à panela e ferva no fogo baixo por dez minutos.

Corrija o sal e sirva com arroz, couve refogada, farinha de mandioca e laranja.

Dica: Para dessalgar as carnes, deixe-as de molho em água por, no mínimo, 24 horas na geladeira. Troque a água cinco vezes.

veja também