Restaurante em SP traz cozidos do Marrocos, Argélia, Espanha, Itália e Grécia

Restaurante em SP traz cozidos do Marrocos, Argélia, Espanha, Itália e Grécia

Atualizado: Sexta-feira, 14 Agosto de 2009 as 12

No mês de agosto, de 18 a 30, o restaurante mediterrâneo Oliva, comandado pelo chef Julio Medeiros, apresenta seu Festival de Cozidos 2009. A temporada inclui cozidos com receitas de diferentes países banhados pelo mar Mediterrâneo, uma viagem gastronômica e cultural sem sair de São Paulo.

Tradicionalmente os cozidos são preparados com carnes ou algum tipo de embutido misturado a legumes e verduras.

No Festival do Oliva, o chef Medeiros preparou cinco opções de origens diferentes incluindo uma receita preparada sem carne, produzida especialmente para quem é adepto da filosofia vegetariana: a Harira, um tipo de sopa marroquina, consumida principalmente durante o mês que acontece o Ramadã. Durante essa época do ano, os muçulmanos fazem jejum durante o dia como força de concentração de sua fé. A Harira é geralmente consumida à noite, horário em que, segundo os princípios muçulmanos, já se pode comer. Em seu preparo, a carne pode ou não ser utilizada. Na versão do Oliva, o prato é preparado com grãos (lentilhas, grão de bico e arroz), legumes, coentro e limão. O preço sai por R$32,00.

Outra opção sugerida pelo chef é o Andrajos de Jaén, um ensopado tradicional da cidade espanhola Jaén, conhecido por ter a maior produção mundial de azeites. O cozido é preparado a base de carne de coelho, cogumelos, legumes e retalhos de massa fresca, parecida com a massa de lasanha. A iguaria tem preço de R$34.

Para prestigiar a região da Ligúria, na Itália, mais precisamente a cidade de Gênova, a dica é pedir pela Burrida, uma sopa feita a base de diferentes tipos de peixes de carne branca e frutos do mar, seu rico brodo é extraído da cabeça dos peixes. Na versão do Oliva, o prato é feito com pedaços de lombo de badejo, lulas, mexilhões, tentáculos de polvo, vôngoles e camarões rosa. O prato sai por R$38.

A Argélia está representada pelo tradicional Chorbah de Cordeiro, um cozido argelino a base de carne de cordeiro, legumes, aletria e especiarias. O valor sai por R$36.

O chef completa o menu especial com um cozido originário da Grécia, o Kreatosoupa. A receita incluiu carne de canela de boi, legumes mini cebolas, cenouras, um toque de erva-doce e batatas. O valor da iguaria é de R$32.

Festival de Cozidos

Harira - sopa marroquina à base de grãos (lentilhas, grão de bico e arroz), legumes, coentro e limão. R$32.  

Andrajos de Jaén – originário da cidade de Jaén, na Espanha, o cozido é feito com carne de coelho, cogumelos, legumes e retalhos de massa fresca (tipo massa de lasanha). R$34.

Chorbah de Cordeiro - cozido argelino à base de carne de cordeiro, legumes, aletria e especiarias. R$36.

Kreatosoupa - cozido grego com carne de canela de boi e legumes. R$32

Burrida  - cozido genovês preparado com pedaços de lombo de badejo, lulas, mexilhões, tentáculos de polvo, vôngoles e camarões rosa. R$38.

O restauranta Oliva fica na Rua Nova Independência, 98 – Brooklin tel.: (11) 5505-4755. Horário de funcionamento: segunda, das 12h às 15h; terça a quinta, das 12h às 15h e das 19h às 23h30; sexta, das 12h às 15h e das 19h às 24h; sábado: 12h às 16h30 e das 20h às 24h; domingo 12h às 16h30. Reservas: sim. Cartões de crédito: Visa, Mastercad, Dinners e American Express; Cartões de débito:, Cheque eletrônico: Visa Electron e Maestro.Tickets: todos; Cartões de Refeição: Visa Vale, TR e VR Smart. Estacionamento com manobrista: almoço R$ 6 e jantar R$ 5; área para fumantes: sim; Acesso para deficientes: não; Entrega em domicílio: não; Couvert: R$ 8,00 no jantar (couvert da casa), gratuito no almoço de segunda à sexta-feira, e R$ 5,00 no almoço,  aos sábados e domingos; capacidade: 22 mesas e 86 lugares; www.olivarestaurante.com.br

Postado por: Felipe Pinheiro

veja também