Saiba como substituir o açúcar pelo adoçante ao preparar doces

Saiba como substituir o açúcar pelo adoçante ao preparar doces

Atualizado: Quarta-feira, 8 Dezembro de 2010 as 11:39

Se você já tentou substituir o açúcar por qualquer tipo de adoçante artificial ao preparar uma receita, deve ter percebido que essa tarefa não é tão simples quanto parece.

Não importa a substância química de que é feito o adoçante, caso use uma medida similar à indicada para o açúcar, o cozinheiro terá um resultado muito mais doce ou, o que é pior, amargo.

Portanto é preciso ter sempre muito cuidado e muita atenção ao fazer a troca. Mas não é impossível: com algumas dicas simples, dá para fazer uma sobremesa light saborosa, sim.

Depois de décadas de serviços prestados a Nestlé, a nutricionista Débora Fontenelle comanda hoje a equipe da cozinha experimental da empresa Serviço ao Consumidor, na capital paulista. Essa turma é responsável por inventar receitas para diversas indústrias alimentícias renomadas, como Sadia, Garoto, Wickbold, Quaker, Danone e Wow!.

Para ela, um dos cuidados fundamentais ao preparar sobremesas com adoçante é respeitar o limite da dose de adoçante indicada na receita. A combinação de ingredientes também é fundamental para o resultado ser bem-sucedido.

- Adoçante deixa o prato amargo se você passa do limite ao usá-lo. Além disso, descobrimos durante nossas experiências que usar frutas cítricas, como o maracujá, e especiarias, como a canela, costuma dar combinações muito boas com o produto.

Débora avisa ainda que o modo de preparo também muda quando o açúcar é substituído em uma receita.

- Para fazer uma calda caramelada com adoçante, por exemplo, não coloque o produto diretamente no fogo. Ele carbonizará. É preciso misturá-lo em água antes de levá-lo ao fogo. E tem mais: a calda nunca ficará igual à feita com açúcar, pois as texturas dos dois são diferentes. Para torná-la mais espessa, a dica é abusar das especiarias.

Fazer geleia com adoçante também requer adaptações.

- Só funciona com frutas que contenham uma fibra chamada pectina. Mesmo assim, a geleia diet caseira nunca poderá ser conservada pelo mesmo período que a feita com açúcar comum. Deve ser consumida em, no máximo, três dias.

Por fim, lembre-se de que não adianta usar adoçante de mesa - seja em pó, seja líquido. Qualquer receita que vai ao fogo só pode ser preparada com produtos específicos para esse fim.

veja também