Saiba mais sobre a dieta radical de Ashton Kutcher e Demi Moore

Saiba mais sobre a dieta radical de Ashton Kutcher e Demi Moore

Atualizado: Quarta-feira, 21 Julho de 2010 as 9:23

"Unidos emagreceremos" deve ser o lema do casal Ashton Kutcher e Demi Moore. Na última semana, eles anunciaram pelo microblog Twitter que começaram a fazer dieta juntos. Mas não é qualquer regime. É um dos mais radicais, a Master Cleanser, (em português tem significado semelhante a "limpeza master"), que promete emagrecer e desintoxicar o organismo. 

Conhecida também como a dieta do Faquir (faquir é a pessoa que realiza enormes sacrifícios, então você já deve imaginar como é o cardápio), trata-se de um jejum que pode durar até 40 dias e, nesse período, a pessoa só está liberada para tomar água com limão, comer pimenta e maple syrup, um xarope de seiva muito comum na América do Norte. O próprio Kutcher revelou que estava sentindo falta de comer carne e tomar cerveja ainda no primeiro dia.

O método foi criado nos anos 1970 e fez a cantora Beyoncé perder dez quilos. Não há nada de mau em querer desintoxicar as células do organismo e um corpo enxuto, no entanto, ao final da dieta, a nutricionista Solange Saavedra, do Conselho Regional de Nutrição da 3° Região, afirma que corre-se o risco de engordar tudo de novo, pois jejuns não são indicados.  

- O nosso organismo não “entende” que o jejum é um ato consciente, proposital, com a intenção de emagrecer, e reagirá de forma a garantir a nossa sobrevivência, economizando energia corporal para nos manter vivos (vai segurar as nossas reservas, em vez de gastá-las). 

Por isso, quando a pessoa sair dessa dieta e voltar a se alimentar normalmente, as calorias serão estocadas com mais intensidade, e a pessoa poderá recuperar até mais que o peso perdido, vivendo o famoso efeito sanfona.

Como fazer a dieta sem tantos sacrifícios

Não precisa sofrer como um faquir, mas você pode, sim, acrescentar limão e pimenta ao seu cardápio a fim de eliminar os quilos extras. O limão faz parte do grupo das frutas cítricas, é rico em vitamina C, ácido fólico, potássio, pectina e em substâncias bioativas (polifenóis). Estudos que vêm sendo feitos em animais apontam, ainda, que esses polifenóis ajudam na redução do acúmulo de gordura no fígado e no tecido adiposo. Outras pesquisas indicam que o limão facilita o metabolismo das gorduras e diminui a síntese de colesterol e de triglicérides. 

Solange explica que tudo isso, em parte, pode contribuir para a perda de peso. Mas para alcançar essa meta a pessoa deve assumir novos hábitos, associando o consumo da fruta a uma dieta hipocalórica, portanto, junto com outros alimentos e compostos químicos que podem auxiliar e potencializar a perda de peso. 

- O limão não será a única estrela do possível emagrecimento. 

Para surtir efeito, a pessoa pode começar pela manhã, ainda em jejum, tomando um copo de água com o suco de um limão, de preferência ao acordar, ou tomar o suco do limão junto com as refeições.

As pimentas em geral são ricas em carboidratos, proteínas e fibras, além de serem ricas em vitaminas A e C (vitaminas consideradas antioxidantes), e minerais como potássio e fósforo, fornecendo ainda boas quantidades de cálcio, magnésio, ferro e sódio. 

Além desses nutrientes tradicionais, as pimentas são boas fontes de outras substâncias antioxidantes, já que contêm  polifenóis (ácidos fenólicos), que podem ajudar a prevenir alguns tipos de câncer, e a capsaicina, que pode atuar como anticoagulante.   

veja também