7 delícias de inverno que colocam sua dieta em risco

7 delícias de inverno que colocam sua dieta em risco

Atualizado: Quinta-feira, 1 Julho de 2010 as 9:08

Basta esfriar um pouquinho o tempo lá fora para que fondues, queijos, vinhos e outras guloseimas típicas da estação entrem em ação.

O problema, é que estas delícias que invadem nossa mesa no inverno são bastante calóricas e gordurosas, colocando sua dieta e sua saúde em risco. "Tudo é permitido desde que consumido com moderação. Os quitutes são um perigo para a dieta se forem consumidos a qualquer hora sem nenhum controle ou disciplina. Se optar pela fondue hoje, no dia seguinte volte para sua dieta com ingredientes balanceados e saudáveis. O ideal é balancear as calorias e nutrientes ingeridos ao longo da semana para comer tudo o que gosta, em quantidades adequadas, sem ganhar peso", explica a nutricionista do Dieta e Saúde, Roberta Stella.

Para que você fique de olho na balança durante o inverno, a especialista separou algumas dicas que vão te ajudar a manter a forma na estação fria:

Vinhos: os polifenois e flavonoides presentes no vinho aumentam o HDL, o bom colesterol; e auxiliam na aceleração do metabolismo levando a perda de peso, porém, em excesso, sobrecarrega o fígado e pode levar a embriaguez. Não se deve ingerir a bebida com açúcar ou mel, pois, a adição destes ingredientes pode elevar muito o teor calórico do vinho pesando na dieta. O ideal é consumir no máximo um copo de vinho por dia para homens e três vezes por semana para mulheres.

Queijos: apesar de calórico e com alto teor de gordura saturada (aquela que aumenta o colesterol), o queijo deve fazer parte da nossa dieta em quantidades moderadas, pois é um alimento rico em cálcio, nutriente importante para prevenir problemas nos ossos futuramente. "Prefira queijos brancos: quanto mais branco o queijo, menor a quantidade de gordura, de calorias e sal. Uma excelente opção é a ricota", explica Roberta.

Pinhão: o tipo de gordura existente no pinhão é denominada ?gordura boa? (insaturada) de mais fácil digestão do que as da carne (saturadas), por isso seu consumo é indicado, mas deve-se tomar cuidado com o valor calórico. 1 uniddade tem cerca de 30 calorias. Consuma 100 gr duas ou três vezes por semana.

Sopas: ela é benéfica para quem busca emagrecer porque a maior quantidade de água traz uma sensação de saciedade, além de contribuir para a digestão, entretanto, se não houver uma seleção de produtos leves, o efeito pode ser contrário prejudicando a sua dieta, por isso, não se engane e invista nas versões mais leves com legumes e verduras. Elas podem até substituir as saladas. Evite as sopas cremosas e com queijos gordos.

Chocolate quente: apesar de delicioso e mais do que bem vindo nas noites frias de inverno, o chocolate quente é muito calórico e deve ser consumido com moderação: ?o chocolate quente mais incrementado é feito à base de ingredientes muito calóricos, gordurosos e ricos em açúcar. Como sentimos mais frio no inverno, a tendência é consumi-lo mais para tentar esquentar o corpo. Por isso, o ideal é optar por versões mais leves da bebida e tomar com moderação. "Que tal preparar um chocolate quente com leite desnatado e chocolate em pó light, isso já ajuda a diminuir as calorias", sugere Roberta Stella.

Fondue: passar o inverno sem experimentar uma fondue é tarefa árdua. A receita cremosa e quentinha dá muito mais sabor aos dias frios. Mas é preciso ter cuidado com as calorias: chocolate, carne e queijo possuem alto teor de gordura e são bastante calóricos, por isso, prefira as versões mais leves do prato, à base de legumes e produtos light.

Capuccino: além de dar aquele ânimo espantando a fadiga, alguns estudos provam que cafeína presente no capuccino, ativa regiões do cérebro beneficiando a concentração, o planejamento e a execução de tarefas mentais. "Com a adição de ingredientes gordurosos e calóricos como creme de leite, doce de leite e outros, a bebida pode se tornar uma bomba na sua dieta", finaliza Roberta.

Por: Natalia do Vale

veja também