A escolha do chapéu ideal

A escolha do chapéu ideal

Atualizado: Quarta-feira, 23 Novembro de 2011 as 8:38

Muitas mulheres sentem medo ao usar um chapéu na praia ou na cidade, seja por falta de costume, hábitos culturais ou de serem apontadas na rua e se tornarem alvo de uma situação constrangedora. Porém, o acessório se torna um grande aliado quando consegue transformar um look básico e simples em uma combinação chique e sofisticada. Neste verão, eles virão com tudo, tanto na praia como fora dela.

Os chapéus mais indicados para este verão são os modelos em palha ou tecido Panamá e Fedoras, além de serem os preferidos entre as mulheres. Eles podem ser médios, beges, com fitas pretas e o clássico trançado de palha ou sintético de aba larga. "O chapéu está na moda e pode ser usado tanto por mulheres como por homens", afirma Fernanda Ades, personal stylist. 

O Panamá bege clássico pode ser usado no fim da tarde e à noite, com calça jeans e camiseta branca, o que dá uma sensação de look despojado e, ao mesmo tempo, clássico. Os modelos de aba larga geralmente são usados com biquínis. "O que muda é a decoração do chapéu, como lenços, faixas e bandanas", diz Denis Linhares, estilista. 

Como e onde usar Em relação ao tamanho, o chapéu varia de acordo com o horário do evento. "Geralmente, são usados os grandes em festas na parte da manhã e os pequenos em eventos noturnos", explica Fernanda. Os chapéus casuais são para os ambientes abertos e devem ser retirados em locais fechados, como restaurantes, shoppings ou dentro de casa. Para saídas à tarde, eventos sociais ou casamentos, Denis indica algo mais sóbrio como flores, laços e penas, em crinol ou palha, com vestidos na altura dos joelhos, mas nunca com os de comprimento longo. 

Qual modelo combina com seu rosto

Há modelos de chapéus específicos para cada formato de rosto. "Devemos analisar o tipo físico e o tamanho do pescoço para que o conjunto tenha um bom resultado", explica Denis. Rostos redondos pedem chapéus de copas altas e abas médias; para os rostos ovais, copas baixas e abas largas; rostos quadrados ou triangulares, copas redondas. 

No caso das baixinhas, os de aba média ou curta são ideais. As gordinhas podem usar abas médias de copa alta. Para as altas e magras, tudo é possível. O chapéu também pode ser um ótimo artifício para a silhueta. "Muitas vezes, usamos para desviar a atenção de uma parte indesejada do corpo, como uma barriguinha saliente", afirma a personal stylist. 

A cor varia de acordo com o tom de pele. Peles morenas e douradas ficam bem com chapéus de cores bege, marrom, amarelo, vermelho e verde. Quem tem a pele mais clara, puxando para o tom rosado, deve apostar nas cores branca, preta, roxa, rosa, azul e cinza. "A maquiagem também é importante, por isso, capriche", ressalta Fernanda. 

veja também