A importância da oliva nos cosméticos

A importância da oliva nos cosméticos

Atualizado: Segunda-feira, 19 Julho de 2010 as 12:33

As mulheres egípcias já usufruíam dos efeitos benéficos do azeite de oliva para os cuidados com a pele. A partir daí, surgiu o primeiro sabonete, misturando azeites, essências e cinzas. Já os gregos o utilizavam para massagens, confiando em seu poder para aumentar a beleza e a virilidade.

Mais conhecido na culinária, na forma de azeite, dando um sabor e aroma peculiar aos alimentos, a oliva também pode ser utilizada nos cosméticos. É isso mesmo. Os ácidos graxos da oliva, que devem fazer parte da dieta alimentar de qualquer pessoa, uma vez que o corpo precisa deles para diversos fins, sobretudo, para dar energia às células, possuem alta compatibilidade com a pele e capacidade de reconstrução do relevo cutâneo. Por isso, algumas indústrias de cosméticos como a Mezzo Dermocosméticos, por exemplo, que será lançada oficialmente na próxima Beauty Fair, em agosto, estão voltando às origens mediterrâneas para conseguir uma pele mais bonita, onde as mulheres do antigo Egito já utilizavam o azeite de oliva como produto de beleza.

O professor de cosmetologia e Diretor de Pesquisa e Desenvolvimento do Instituto Mezzo de Cosmetologia e Estética, Paschoal Rossetti Filho, comenta que os ácidos graxos da oliva conferem sensorial diferenciado para o produto final, além de atuar no reparo tecidual da pele, protegendo-a de agressões externas como sol e vento, que a deixa sem brilho e com ruga. "Os cristais oliva possuem dupla biocompatibilidade com a pele: química e estrutural. É grande a compatibilidade química da composição lipídica da superfície da pele com os ácidos graxos da oliva; a compatibilidade estrutural é comprovada através dos cristais líquidos, que permanecerem estáveis e compatíveis com a pele", comenta o professor. Ele também observa que os cristais de oliva podem ser utilizados em tratamentos para rejuvenescimento, antioxidante, inflamatório, despigmentante e lipolítico.

Especialistas afirmam que o consumo do azeite de oliva previne contra as doenças coronárias, alguns tipos de câncer e ajuda a combater o colesterol ruim. Ainda mais, foi comprovado que este azeite é uma forma natural de manter a beleza da pele, das unhas e do cabelo, até mesmo em virtude da presença da eminente quantidade de vitaminas A, D, K e E, o que o torna um poderoso antioxidante, retardando o envelhecimento da pele.

Suas aplicações na área da estética e beleza são inumeráveis:  antirrugas, hidrata e suaviza a pele seca; é purificador, calmante, serve para amolecer as impurezas da pele e tornar mais fácil sua eliminação, melhora a elasticidade, dá brilho aos cabelos, além de ser perfeito para banhos relaxantes e massagem. "Os cristais de oliva possuem ainda a capacidade de copiar e reestruturar o filme hidrolipídico, formando cristais líquidos compatíveis com a pele. Por todas essas características os cristais de oliva estão presentes nas mais modernas e atuais propostas cosmetológicas," finaliza Rossetti.

veja também