Acupuntura estética

Acupuntura estética

Atualizado: Quinta-feira, 3 Fevereiro de 2011 as 10

Acabar com a gordura localizada, rugas, reduzir culotes, medidas e ter pele firme são sonho frequente entre as mulheres. Extremamente eficaz contra os distúrbios do estresse, a acupuntura tem apresentado resultados importantes nos tratamentos de correção estética, atestam especialistas na área. E pode ser uma aliada eficaz para alcançar o corpinho ideal em menos tempo.

O fisioterapeuta Fabrício Escudine, do Centro Brasileiro de Medicina Chinesa, acredita que o procedimento nunca recebeu a importância devida. "A acupuntura é indicada para vários tipos de problemas. No Brasil, a cultura médica acabou relegando a técnica de origem oriental aos distúrbios de estresses mental e traumático, como as dores de coluna", afirma. Esses tratamentos, de acordo com Escudine, melhoram o metabolismo corporal como um todo, tanto na parte hormonal como na vascular. O efeito analgésico no combate às dores no corpo, pelo qual o método se popularizou, é apenas um dos usos da terapia.

Prevenção é tudo!

A terapeuta holística Alessandra Vianna, do centro médico integrado NutriPrime, no Rio de Janeiro, ressalta o caráter preventivo do método oriental, em contraponto com a medicina ocidental: "A acupuntura serve para tudo. Ela ajuda a manter o equilíbrio energético do corpo, mantendo-o estável contra quaisquer males, já que, na cultura do Oriente, as doenças só conseguem se instalar ao se aproveitarem de um déficit de energia. Nós, do Ocidente, estamos mais acostumados a remediar e não a prevenir", explica.

Contra a gordura localizada

Através dos meridianos (fluxos de energia vital conhecidos por ki, em japonês, ou chi, em chinês) da acupuntura, as pequenas agulhas estimulam o organismo a reagir bioquimicamente, de maneira positiva, desintoxicando e reequilibrando o metabolismo. O procedimento, segundo Escudine, pode facilitar a eliminar a gordura localizada e alguns dos inimigos mais implacáveis das silhuetas femininas: "São muitos os métodos. Para a estética, existe a eletroacupuntura, estímulos elétricos em determinados meridianos que provocam a eletrolipólise". A eletrolipólise, por sua vez, faz com que as gorduras acumuladas possam ser quebradas e, assim, passem para áreas aquosas do organismo em que sua excreção se torna mais fácil.

Tratamentos mil

A terapia é um grande recurso para problemas da pele. Rugas, flacidez e gordura localizada têm sido solucionadas através das pequenas agulhas que, ao estimular a reação do organismo, provocam uma melhoria do tecido. O especialista, no entanto, faz uma ressalva: "Nós só temos restrição quanto às rugas no entorno dos olhos, os famosos 'pés-de-galinha'. Ali, como é uma área de muita vascularização, não é recomendada".

Nos demais casos, correções quaisquer, como as originadas por um desequilíbrio energético ou mesmo neurofisiológico, podem ser feitas através da eletroacupuntura. "Elevação de seio, redução de culote, diminuição de rugas, redução de abdômen, pós-cirúrgico de uma lipoaspiração, diminuição de medidas na cintura, tecido flácido na parte posterior do braço: tudo isso pode ser resolvido com algumas sessões de acupuntura", elenca Escudine.

Apesar de a primeira impressão assustar por conta de tantas agulhas, ainda mais no caso da eletroacupuntura, em que elas são ligadas a fios elétricos, o especialista desmitifica: "São agulhas inseridas de maneira oblíqua e não perpendicular nas áreas de abrangência de gordura e músculo. Isso significa que só atingem superficialmente, sem nenhum risco de perfuração de vísceras ou órgãos".

De dentro pra fora

A máxima 'mente sã em corpo são' é potencializada na acupuntura. Muitas mulheres sofrem com a ansiedade, que é capaz de desregular a carga energética a ponto de não conseguirem ter um corpo saudável. "A acupuntura realiza o tratamento de dentro para fora, ou seja, a pele reflete a sua saúde. Não podemos esquecer que a nossa pele é o maior órgão que possuímos", ressalta Vianna.

No universo da acupuntura está inserida a auriculoterapia, método em que são colocadas sementes em pontos de energia vitais na orelha. "Cada órgão é responsável por estímulos energéticos do corpo e na orelha existem mais de 200 pontos. Quando estimulados através da reflexologia, passam o mesmo estímulo aos órgãos associados a eles", diz Vianna.

Segundo ela, qualquer desequilíbrio pode reencontrar o eixo através da auriculoterapia. "Vamos supor que a pessoa está com a perna inchada. Normalmente, o rim, responsável pela vascularização, está em desequilíbrio. O tratamento consiste em sessões colocando sementes, geralmente de mostarda ou couza, no ponto referente ao rim na orelha do paciente, reequilibrando-o".

O emocional também é beneficiado. "A pessoa fica mais calma, passa a dormir melhor. Existem órgãos responsáveis por estímulos de raiva e ansiedade, por exemplo, que podem ser minimizados com o método". Depois de harmonizados, o organismo passa a funcionar com as cargas de energia adequadas, evitando destemperos, reações impulsivas e explosivas.

Aliado da dieta

Para quem não quer apenas corrigir imperfeições, mas sim fazer uma dieta, a terapia pode ser um trunfo. Vianna ressalta, entretanto, que nesse caso ela deve ser acompanhada de uma reeducação alimentar e atividade física regular. "A técnica age, em muitos dos casos, nas pessoas com algum desequilíbrio nas glândulas suprarrenais, reponsáveis pelos hormônios que aceleram o ganho de peso. Outro procedimento a nosso alcance é utilizar o ponto da ansiedade, inimiga de qualquer dieta", observa.

Além disso, a flacidez também pode ser combatida: "O baço é um dos órgãos responsáveis pelo tônus muscular. Geralmente, quem apresenta flacidez sofre de desequilíbrio no baço, que tem um ponto correspondente na orelha". Vianna apenas alerta para que não sejam utilizados mais de 10 pontos de estímulo por sessão, pois, de acordo com a tradição chinesa, pode-se gerar um excesso de estímulos para o cérebro administrar.

veja também