Afinal, quando você realmente deve cortar aquelas pontinhas?

Afinal, quando você realmente deve cortar aquelas pontinhas?

Atualizado: Segunda-feira, 20 Outubro de 2008 as 12

Muita gente por aí morre de medo de cortar os cabelos. É óbvio que não temos medo da tesoura, mas sim de que nossos cabelos fiquem o que eles chamam de "joãozinho". Também não é pra menos, né? Quem de nós nunca explicou para o cabeleireiro que queria cortar só as pontas e saiu de lá com cinco dedos de cabelo a menos?

Por isso, muita gente também corta as pontas dos fios só uma ou duas vezes por ano. Também não há nada de mal em querer ser Rapunzel. Mas já vamos logo avisando que dificilmente o príncipe subirá em suas madeixas pela janela. Para todos os efeitos, daremos agora, dicas imprescindíveis para você perceber quando realmente é hora de aparar as pontinhas.

Por que cortar?

Segundo Márcio Granado, cabeleireiro e maquiador da Casa Mauro Freire, o cabelo é como uma planta: "devemos sempre estar atentos. O cabelo também morre se não tiver um tratamento adequado ou um ´jardineiro´ para podar um pouquinho as pontas".

Ainda segundo o cabeleireiro, é muito comum que as "Mulheres Rapunzel", ou seja, aquelas que querem deixar os cabelos bem longos, aparem a pontinha pouquíssimas vezes por ano. "Isso é um equívoco. Em primeiro lugar, cabelo bonito é cabelo saudável. E, como essas mulheres cortam o cabelo só duas vezes por ano, os fios ficam cada vez mais com aquela aparência opaca e quebradiça. Isso sem contar que os fios vão deixando de ter saúde e ficam cada vez mais fracos, até morrerem. Quando essas mulheres finalmente decidem cortar o cabelo, já é tarde demais e elas têm que cortar para mais de três ou quatro dedos", afirma Márcio Granado.

Aquelas que gostam de uma boa hidratação, cauterização, queratinização e etc, estão de parabéns por serem tão cuidadosas com seus fios. Porém, também não devem escapar da tesoura. "Não adianta, gente. Tem que cortar as pontinhas senão elas vão morrendo, sim. É lógico que a hidratação é muito boa, mas vamos lembrar que ela hidrata o fio desde a raiz, então ela não é jogada fora com o corte das pontas", avisa Márcio.

Quando cortar?

Quer um cabelo brilhante, sedoso, com vida e, sobretudo, sem pontas duplas? Então, corte suas pontinhas uma vez a cada dois meses. "Na verdade, o tempo em que cada uma tem que cortar as pontas é bem relativo, mais em média costuma ser isso mesmo", completa Márcio.

De acordo com o especialista, nós mesmas temos que avaliar nossas pontas e dizer se elas devem ou não ser aparadas. "É tudo na base do tato e da visão. Temos que tocar nas pontas e, se sentirmos uma aspereza além do normal, analisamos se elas estão esbranquiçadas, quebradas ou se dividindo no meio", explica Mauro.

Atenção agora para as cinco situações básicas em que você deve cortar as pontas urgentemente:

Pontas porosas;

Fio que, por mais que você lave e hidrate, ao passar o pente ele continua embaraçando nas pontinhas, enganchando o pente; Pontas ralas; Queda acentuada. Segundo Márcio, a queda capilar pode ter muitos motivos, mas se a pessoa não cortar as pontas com uma certa regularidade, isso pode ajudar na queda dos fios. Descoloração capilar. "Um fio descolorido é mais frágil, portanto, não deixe de cortar as pontas no tempo certo. É sempre bom conversar com um cabeleireiro", alerta Márcio. Quem apenas passa tinta no cabelo também deve ficar atenta para não criar a ilusão de que as pontas estão sadias por causa do brilho da tintura. "Quando a pessoa a tinge, dá uma capeada no fio. Mas isso não quer dizer que as pontas estão mais sadias. Mesmo assim, a mulher que tinge o cabelo deve aparar as pontinhas uma vez a cada dois meses", explica Márcio, que completa: "É como no caso da cauterização. Esse tratamento apenas dá uma maquiada no efeito das pontas danificadas. O certo mesmo seria cortá-las".

Como cortar?

Não tente fazer isso sozinha e vá a um cabeleireiro de confiança. Explique para ele que você não quer cortar demais seus fios e que está tentando deixá-los crescer. Se for preciso, leve uma régua e mostre "tin tin por tin tin". Você tem que se sentir segura com o profissional e ele deve entender o que você pede e não fazer nada da cabeça dele.

Agora, se você está achando que, caso apare as pontinhas uma vez a cada dois meses, suas madeixas não terão tempo de crescer até o próximo corte, está muito enganada. "O fio cresce, em média, de dois a três centímetros por mês. Quando falamos em aparar as pontas, nos referimos a cortar muuuito pouco, apenas alguns milímetros. É praticamente só raspar a tesoura mesmo. Portanto, mesmo com os cortes, é claro que o cabelo vai ficar cada vez mais comprido. A menos que a pessoa deseje mexer no comprimento do cabelo", finaliza Márcio.

veja também