Anúncio com Taylor Swift é proibido por excesso de photoshop

Anúncio com Taylor Swift é proibido por excesso de photoshop

Atualizado: Quarta-feira, 21 Dezembro de 2011 as 11:02

Depois das autoridades inglesas banirem algumas campanhas de moda e beleza pelo excesso de photoshop, chegou a vez dos americanos fazerem o mesmo. A Divisão Nacional de Propagandas, do Conselho de Melhores Práticas Comerciais (NAD, sigla para o nome em inglês), órgão que regulamenta a publicidade no país, proibiu a circulação de um comercial de rímel estrelado por Taylor Swift por considerá-lo artificial demais.

Segundo o órgão relatou ao jornal norte-americano Business Insider, a campanha da máscara mousse da grife CoverGirl, da qual a cantora é porta-voz, seria enganosa ao "prometer demais". O anúncio da marca sugeriu que o produto fornece "duas vezes mais volume e 20% mais brilho", algo que não teria comprovação substancial, de acordo com notícia publicada no jornal The Hunffington Post desta quarta-feira (21).

A imagem de Taylor Swift também teria sido modificada digitalmente para que ganhasse cílios maiores, informou o NAD. "Você não pode usar uma fotografia para demonstrar como um cosmético vai parecer depois de aplicado no rosto de uma mulher e depois ver que não é bem assim que ele fica", disse Andrea Levine, diretora do órgão que regulamenta os anúncios, justificando a proibição da campanha.

veja também