Cabelo repicado combina com todos os tipos de rosto

Cabelo repicado combina com todos os tipos de rosto

Atualizado: Sexta-feira, 19 Agosto de 2011 as 11:32

  Mudar consideravelmente o corte de cabelo, sem mexer muito no comprimento, ter um visual mais moderno, diminuir o volume, e, principalmente, conquistar menos trabalho e mais tempo livre. Repicar   os fios pode ser a grande saída. E, para isso, a técnica, há bastante tempo usada nas franjas, é cada vez mais usada ao longo dos fios.  

O cabeleireiro Claudio Moreira, do Walter's Coiffeur Barra Shopping, do Rio de Janeiro, explica que qualquer tipo de rosto pode usar um cabelo   repicado. Claro que cada formato, entretanto, exige uma ou outro detalhe, mas, segundo o especialista, essa técnica facilita na hora de disfarçar alguns traços imperfeitos.  

  No entanto, Moreira diz que é fácil errar a mão ao repicar os fios. "O que mais acontece é usar a tesoura de forma inadequada", salienta. Portanto, procure um profissional de confiança.  

Praticidade e economia

"Um bom corte repicado chega a durar seis meses", afirma o cabeleireiro Marco Antonio de Biaggi, do salão MG Hair Design, de São Paulo. Sendo assim, não é preciso agendamentos mensais no cabeleireiro.  

Além disso, o corte repicado, como é feito com várias camadas diferentes de cabelo, permite que você arrume os fios de várias formas sem cair na mesmice: de lado, dividido ao meio, parte preso, completamente liso ou até com cacheados   nas pontas.    Descubra a diferença

Você já parou para pensar na quantidade de termos diferentes que os cabeleireiros utilizam para cortar o cabelo? É repicar, desfiar, picotar, etc. O cabeleireiro Claudio Moreira explica alguns deles, só para você ter uma ideia do que o profissional está querendo fazer com seus fios da próxima vez que sentar em sua cadeira no salão.  

- Repicar: técnica mais usada para cortar as pontas dos fios sem trabalhar muito o volume, evitando que fiquem muito ralas.

- Desfiar:   técnica utilizada para dar texturização capilar, ou seja, mexer na espessura do cabelo.  

- Picotar:   técnica escolhida para fazer camadas curtas ou longas.  

- Desfilar:   técnica preferida na hora de dar vários comprimentos diferentes às pontas do cabelo.     

veja também