Cinco maiores erros de estilo

Cinco maiores erros de estilo

Atualizado: Sexta-feira, 19 Março de 2010 as 12

Depois de uma carreira como modelo internacional de grande sucesso, Isabella Fiorentino resolveu mudar: tornou-se consultora de imagem e apresentadora do bem sucedido Esquadrão da Moda, no SBT.

Com toda experiência que as passarelas lhe deram e os conhecimentos conquistados ao longo de um ano de programa, ela já sabe sem pestanejar quais são as maiores dúvidas das mulheres na hora de se vestirem e quais os pecados que muitas cometem sem nem ter noção.

Top de academia não é sexy

- As mulheres precisam entender que aquele top de tecido de academia não é a única maneira de parecerem atraentes. É muito mais interessante pensar em fendas e cortes estratégicos que revelem pedaços do corpo que valham a pena serem mostrados.

Justo pode

- Ainda sobre a questão do atraente, ninguém disse que peças justas são proibidas. O problema é apertar onde você está com excesso de gordurinha, é fazer os pneuzinhos pularem fora da calça ou na região das axilas... Outra coisa é o tecido: um vestido bandagem do Hervé Leger é feito com um tricô incrível, por exemplo. Não dá para compará-lo com um tecido com elastano qualquer.

Não combine sapato com bolsa

- Eu achava que essa dúvida não existia mais. Só que muitas mulheres ainda insistem em combinar a bolsa com o sapato e têm questões sobre isso. Combinar não é proibido, mas é antiquado. O melhor a fazer é coordenar cores, pensar como tons diferentes podem ficar harmoniosos no visual.

Todas as tendências de uma vez são um perigo

- Existem as mulheres que acham que estar na moda é colocar todas as tendências de uma vez: brilho com ombro marcado com saia balonê... Olha o perigo! Vestir-se bem é saber equilibrar volumes. Uma nadadora com uma ombreira fica horrível. Agora, eu, que tenho ombros estreitos e quadril largo, posso me aproveitar dessa moda para equilibrar o visual, entende?

Quer usar salto? Então, saiba andar

- Não tem coisa mais feia do que ver alguém tentando se equilibrar em cima de um salto. Ou sabe andar ou compra um mais baixinho. Ah, aquelas botas quebra pé, que tem uma sola que parecem um tijolo são péssimas. Não consigo entender como ainda fazem sucesso..

veja também