Combine seu cabelo com o seu tipo físico

Combine seu cabelo com o seu tipo físico

Atualizado: Sexta-feira, 16 Janeiro de 2009 as 12

As chances de sair muito feliz do cabeleireiro, depois de um corte novo, são de 50% ou menos. Não adianta tentar amenizar. Cortar o cabelo significa, para a maioria das mulheres, correr um grande risco. É quase como ter pânico de avião, medo de altura ou de assalto. O momento é de tensão e pronto!

Ter vontade de radicalizar e adotar um visual diferente é normal, o problema é não poder visualizar o resultado sem ter que, de fato, cortar as madeixas. Uma vez no chão, não tem mais como grudá-las, o jeito é esperar crescer. Mas, para você acertar de uma vez por todas, existem algumas dicas preciosas. Como, por exemplo, combinar praticidade, estilo de vida e características físicas. Se o cabelo estiver em harmonia com a sua personalidade e biotipo você, com certeza, ficará além de feliz, mais bonita. Um bom corte de cabelo tem o poder de levantar a auto-estima e deixar a autoconfiança nas nuvens.

A primeira recomendação é nunca copiar um cabelo de revista com a convicção de que ficará tão bom em você como ficou "nela". Na hora de cortar as madeixas, o profissional também pode ajudar a esclarecer as dúvidas para que você acerte na escolha. "Os cabeleireiros aperfeiçoaram o olhar elaborado para enxergar uma imagem mais real atrás do espelho, o estilo autêntico e único de cada mulher", afirma Mariângela Bordon, em seu livro, "Que cabelo é esse?".

Hélio Sassaki, coordenador de Cabelo e Maquilagem do Centro de Educação e Moda do Senac SP, explica que o cabelo é a moldura do rosto. Por isso, antes de iniciar um corte, o profissional de beleza leva alguns fatores em consideração como, por exemplo, o formato do rosto e o tipo de cabelo. Confira as dicas abaixo e saiba qual é o corte mais indicado para você!

•    Para as altas, o ideal é manter o cabelo um pouco mais comprido ou no mínimo, na altura dos ombros. Cabelos curtos, que mostram nuca e pescoço fazem parecer ainda mais comprida.

•    Já para as baixinhas, um corte mais curto ajuda a alongar, o tamanho certo é acima ou na altura dos ombros.

•    Mulheres com ombros largos, quadril e seios avantajados, devem preferir usar o cabelo mais comprido. Nesse caso, um corte mais curto ajuda a evidenciar ainda mais essas partes do corpo. Cabelos compridos, ajudam a disfarçar.

•    Para rosto largo, a dica é alongar com um corte que dê mais volume no  topo da cabeça, como uma franja volumosa ou um topete.

•    Rosto comprido fica muito bem com cortes que produzam mais volume na lateral do rosto.

•    Para mulheres com testa ou nariz grande, um bom truque é usar franja.

•    Quem tem rosto fino deve usar sempre o cabelo na altura dos ombros ou do queixo.

•    Para os cabelos crespos, prefira um leve repicado para diminuir o volume. O comprimento mínimo deve ser na altura dos ombros, ou então bem curto, para não correr o risco de armar.

•    Os rostos ovais são versáteis, quase tudo cai bem para eles: repicados, cortes de fio reto, curtos ou com volume.

•    Para quem tem o rosto redondo, cuidado para não cortar curto demais, isso evidencia o formato. Tente equilibrar com cortes que alonguem, como os irregulares com costeletas desfiadas ou um leve cacheado nas laterais. Fios mais volumosos no alto da cabeça, também suavizam a aparência.

•    Se você tem o rosto quadrado, o melhor a fazer é optar por um corte clean, evidenciando as linhas de contorno do seu rosto.

•    Corte o seu cabelo pelo menos uma vez por mês. Além de fortalecê-lo, você manterá o corte por muito mais tempo.

Depois de tantas dicas, vale lembrar que acima de tudo o que deve contar é a personalidade de cada pessoa. Nada disso pode ser considerado regra ou padrões que não podem ser quebrados. O foco deve ser transmitir através da aparência o seu modo de vida e a sua postura como mulher.

Fique atenta às dicas e aposte na mudança do visual sem mais sofrimento. Buscar um bom profissional é fundamental e saiba que o bom cabeleireiro não é aquele que concorda com tudo que você pede, e sim, o que te alerta e mantém informada sobre o que é mais apropriado para você e seu cabelo.

veja também