Como usar os Finalizadores

Como usar os Finalizadores

Atualizado: Segunda-feira, 3 Outubro de 2011 as 10:52

Mulheres adoram um bom cosmético. E quando se trata de cabelos, é aí que bate aquela dúvida ao comprar um produto. Uma infinidade de opções surgem no mercado para deixá-los sempre bonitos. É um tal de fixador, modelador, sérum, pomada, spray... Só que nem sempre sabemos como usá-los corretamente e se servem para o nosso tipo de cabelo. Com tanta variedade a confusão é certa! Para isso, vamos esclarecer, com ajuda de alguns especialistas, o que cada finalizador faz pelos seus fios e como se deve usar cada um. 

Ativador de cachos  

O ativador de cachos é indicado para cabelos desde ondulados até o afro. Tem como função a hidratação, desembaraço, cachos definidos, diminuição do frizz e o volume. Pode ser encontrado em forma de spray, gel ou creme. “Para os cabelos compridos, esse ativador deve ser aplicado o equivalente ao tamanho de uma uva. Passe por todo o comprimento e pelas pontas. Para finalizar, amasse os fios de baixo para cima. Esse processo pode ser em cabelo seco ou úmido”, conta Glecciano Luz, hairstylist e proprietário do Espaço Glecciano Luz.

Cera ou pomada  

É uma espécie de creme de consistência densa que modela os fios. No caso da pomada, é um pouco mais cremosa, mas são bem semelhantes. Tem como função principal definir o repicado e dar movimento aos cabelos curtos, dando também maior durabilidade ao efeito liso. “Para aplicar separe a quantidade de cera equivalente a uma moeda de 50 centavos, esfregue as mãos e passe com os dedos abertos no cabelo – sem encostar na raiz. Se optar pela pomada, aplique o equivalente a uma moeda de 10 centavos, primeiro nas pontas, depois na parte de cima dos fios”, explica Daniel Oliveira, cabeleireiro da Ophicina do Cabelo.  

Sérum ou óleo  

Esses finalizadores são tipos de óleos, podendo ser chamados de genéricos dos silicones. Sua função é de dar o brilho instantâneo, unir pontas, controlar o frizz e impermeabilizar o cabelo, fazendo com que a escova dure mais. “A aplicação deverá ser mínima para não deixar o cabelo oleoso. Espalhe uma gota nas duas mãos, esfregue até esquentar e passe primeiro nas pontas, depois no comprimento, e, por último, na franja ou topo da cabeça. É indicado para todos os tipos de cabelo. Lembre-se: jamais passe no cabelo antes de fazer escova”, afirma o cabeleireiro Alberto Pinheiro, do Salão Crystal Hair.  

Spray de fixação  

O mais conhecido de todos. Ele é indicado para fixar os penteados presos ou soltos e vem em dois tipos: seco ou úmido. Tem como objetivo finalizar ou montar um penteado, sendo indicado para todos os tipos de cabelo. “O spray de fixação seco fixa os fios e só sai quando lavado. O úmido deixa-os com aspecto molhado e permite a escovação após a aplicação, que deverá ser feita com 30cm de distância dos cabelos, borrifando o spray sobre todo o cabelo”, contou Sonia Nesi, hairstylist e proprietária do Studio de Beleza Sonia Nesi.  

Mousse  

É um produto em forma de espuma que modela os fios. Sua finalidade é definir os cachos, aumentar ou controlar o volume, além de dar forma ondulada aos fios, sendo indicado para todos os tipos de cabelo. “O mousse deve ser aplicado com uma mão cheia do produto e deverá passar nos fios úmidos, do comprimento até as pontas. Se o cabelo for fino, use a mesma quantidade na raiz do cabelo antes de escová-lo. Se a intenção for fazer cachos, é necessário aplicar a quantidade equivalente a uma bola de tênis no comprimento e amassar as pontas em direção à raiz. Se preferir os fios lisos, basta aplicar a mesma quantidade de mousse e fazer a escova”, explica Márcio Mello, hairstylist do Salão Éclat.  

Spray de volume

É bastante similar ao mousse, mas pode deixar o cabelo com aspecto mais natural. Indicado também para todos os tipos de cabelos o spray de volume tem a finalidade de dar corpo as madeixas. Ainda segundo o hairstylist Márcio Mello, “a aplicação do spray de volume são apenas 3 borrifadas no comprimento e nas pontas dos fios, ainda molhados, ou na raiz, antes de fazer a escova”.

veja também