Conheça a dermatite de celular

Conheça a dermatite de celular

Atualizado: Terça-feira, 23 Agosto de 2011 as 1:13

  Médico esclarece o que causa a alergia na nossa pele

A modernidade traz muitas facilidades, mas também novas e até então impensáveis doenças. Prova disso é que uma pesquisa realizada pela Associação Britânica de Dermatologistas mostrou que o uso excessivo do celular pode causar irritações e vermelhidão na pele nas regiões da orelha, bochecha e nos dedos. É a chamada alergia de celular.  

“Na verdade, o grande vilão nesta questão é o níquel, um metal relativamente comum na natureza, cuja composição pode desencadear reações em algumas pessoas após o contato prolongado”, explica o especialista Erasmo Tokarski, da Sociedade Brasileira de Dermatologia.

O metal pode ser encontrado em ligas metálicas de aparelhos, capas de proteção e botões dos celulares, inclusive nos modelos mais modernos. Porém, apesar de maior, não é o único culpado pela dermatite de celular. Outras substâncias como a borracha e a pintura do telefone móvel também podem provocar a irritação. “O toque contínuo, por horas e dias seguidos, teria o efeito de causar manchas vermelhas, placas na pele e coceira insistente nos desavisados”, comenta o dermatologista.

A dermatite de contato, doença na qual se encaixa a alergia de celular, é mais comum do que se imagina e afeta muitas pessoas. Além da coceira, ela pode causar problemas estéticos por causa da inflamação na pele. “A melhor forma de contornar esse problema é procurar um dermatologista para que detecte qual é o agente que está provocando a irritação e prescreva o melhor tratamento. A pessoa também deve evitar entrar em contato com este agente”, finaliza o médico.      

veja também