Conheça mitos e verdades sobre as unhas

Conheça mitos e verdades sobre as unhas

Atualizado: Sexta-feira, 28 Outubro de 2011 as 1:46

As unhas são formadas por células mortas de queratina. Toda unha possui uma raiz que fica na base da cutícula, ali células se multiplicam produzindo proteínas, inclusive a queratina. Depois de mortas, os restos celulares são empurrados para fora, fazendo com que as unhas cresçam.

Toda mulher já ouviu da manicure afirmações como "para fortalecer as unhas, é só passar esmalte vermelho". Crenças e dicas para deixá-las mais bonitas e fortes são muitas, basta saber se elas funcionam ou não.

O site BBel conversou com duas especialistas, a dermatologista Clarissa Callegaro e a coordenadora do Centro de Estudos da Unha do Instituto de Dermatologia Professor Rubem David Azulay, Robertha Nakamura, ambas da Sociedade Brasileira de Dermatologia, para desvendar as crenças sobre as unhas.

Tirar cutícula faz mal?

VERDADE - Robertha Nakamura lembra que a cutícula serve como uma barreira que protege o organismo, impedindo a entrada de fungos e bactérias. "Ao retirá-la, abre-se uma porta de entrada para os micro-organismos, que causam infecções e inflamações", relata. O ideal seria empurrar a cutícula sem cortá-la.

Deixar as unhas sem esmalte alguns dias é importante para elas "respirarem"?

MITO - "Unhas são compostas por células mortas, portanto, elas não têm necessidade de respirar", esclarece a dermatologista Clarissa Callegaro.

Bases de unhas, como "casco de cavalo", fortalecem as unhas?

VERDADE - Clarissa afirma que esses tipos de esmaltes apresentam em sua composição cálcio e pantenol. Devido à ação fortalecedora do cálcio e hidratante do pantenol, esses esmaltes podem auxiliar no fortalecimento das unhas. Mas a dermatologista lembra que o enfraquecimento das unhas deve ser avaliado por um especialista. "As alterações podem ser reflexo de mudanças no organismo, como falta de alguma vitamina ou alterações hormonais", completa Clarissa. Robertha explica que a unha cresce em média três milímetros por mês, e acelerar esse processo não é possível.

Esmaltes escuros mancham as unhas?

MITO - A dermatologista Clarissa afirma que o uso de esmaltes não mancha as unhas. "Cores escuras apresentam maior dificuldade no momento da remoção do esmalte, mas a unha não deve ficar manchada", finaliza.

Acetona danifica a unha?

VERDADE - Robertha alerta que acetona desidrata a unha. A maneira correta de retirar o esmalte é usando uma solução sem acetona.

Esmaltes escuros fortalecem as unhas e aceleram seu crescimento?

MITO - Segundo Clarissa, a composição dos esmaltes, independente da cor, é semelhante. O que acontece é que o próprio esmalte funciona como uma película protetora contra traumas do dia a dia, como lavar a louça ou digitar no computador, e isso pode ajudar a unha a crescer mais forte. "Mas é mentira dizer que a cor do esmalte é responsável pelo fortalecimento ou que ele acelera o crescimento das unhas", afirma.

Quem tem alergia a esmaltes pode passar uma base de esmalte antialérgico e qualquer esmalte comum por cima?

MITO - Clarissa ressalta que o contato do esmalte com a pele acontece da mesma forma, mesmo com a base de um esmalte antialérgico. "A pessoa vai sentir uma coceira e manchas vermelhas nas pálpebras e pescoço, não tem como bloquear o contato apenas com outro esmalte como base", comenta. O ideal para mulher que possui alergia é usar esmaltes que não contenham formaldeído e tolueno na composição.

Manchas esbranquiçadas nas unhas é sinal de falta de proteínas ou deficiência em nutrientes?

EM PARTES - Sim, manchas brancas podem ser sinal de deficiência de nutrientes. Porém, o mais comum é elas aparecerem quando as unhas estão sofrendo ressecamento intenso. "O melhor é ficar alguns dias sem esmalte e intensificar o uso de cremes hidratantes a base de ureia. Se, mesmo depois desse cuidado as manchas persistirem, o melhor é procurar um dermatologista", finaliza Clarissa.

veja também