Cuidados na hora do barbear garantem uma pele lisinha

Cuidados na hora do barbear garantem uma pele lisinha

Atualizado: Terça-feira, 15 Junho de 2010 as 7:55

Notavelmente há áreas de nossa superfície cutânea onde se acentuam as diferenças entre os sexos masculino e feminino, sendo a região da barba a principal delas. Os aspectos que marcam essa diferença são a espessura e a porosidade cutânea nestas áreas, sendo a pele do homem adulto mais grossa e porosa que a da mulher.

O aparecimento da barba começa na adolescência, principalmente entre os doze e dezoito anos. Mas, seu início, sua densidade (número de pelos por área e a espessura da pela nessa região são variáveis. Essa fase caracteriza as transformações sexuais masculinas que diferenciam os sexos e são medidas pelos andrógenos (hormônios masculinos).

Desde os primórdios da civilização a barba representou para o homem um sinônimo de virilidade, de masculinidade e maturidade. Ao longo da história de diferentes culturas do mundo, aos homens com barba foram atribuídos: sabedoria, potência sexual e estatus social. Em algumas religiões a presença e tipo de barba denotam o grau de importância hierárquica ou até a casta social a que o indivíduo pertence.

Porém, há culturas em que a barba significava falta de higiene e refinamento. Assim, na evolução das civilizações, instituiu-se o ato de barbear-se como significado de asseio. O instrumento usado antigamente para este fim era chamado de navalha. Só em 1792 é que foi criada a máquina de barbear. Mesmo assim, os homens sofrem diariamente com este ritual.

A pele da barba pode sofrer as mesmas doenças que aparecem em outras localizações de nossa superfície cutânea, entretanto com características especiais. Determinando transtornos praticamente específicos como: acne, dermatite seborréia, herpes simples e líquem plano folicular.

Dicas para uma barba bem feita

Uma boa aparência conta muitos pontos em nossa sociedade, seja no convívio social ou no âmbito profissional. Para os homens, a boa aparência envolve entre outros aspectos, manter diariamente uma barba bem feita. Apesar de ser um atividade cotidiana, muitos ainda desconhecem alguns detalhes e inflamações, cortes e possíveis infecções. Relacionamos algumas dicas para aqueles que gostam de manter sempre uma boa aparência:

- O melhor momento para fazer a barba é durante o banho. A água quente e o vapor facilitam o barbear e evitam a inflamação dos poros que ficam mais abertos e os pelos mais macios. Para esta prática já existem no mercado espelhos que não embaçam, desenvolvidos especialmente para esta finalidade;

- Para aqueles que não gostam de fazer a barba no banho, a alternativa é deixar uma tolha umedecida com água morna ao redor do rosto por dois minutos;

- Antes de se barbear, o rosto deve ser lavado com sabonete neutro para remover impurezas e evitar inflamações;

- É importante utilizar cremes ou géis de barbear que contenham em sua composição elementos anti-inflamatórios, anti-sépticos e refrescantes. Esses produtos devem ser utilizados de acordo com o tipo de pele: o creme é mais adequado às peles secas e o gel às peles oleosas. A mesma sugestão vale para os produtos de pós-barba;

- As lâminas do barbeador devem ser trocadas a cada quatro ou cinco barbas, principalmente para aqueles com barba mais grossa;

- Não pressionar com muita força a lâmina contra a pele e fazer a barba no sentido dos pelos

- No caso de pele com acne, cuidado para não cortar as regiões lesionadas, o que pode disseminar a bactéria presente na acne.

Após o barbear, o rosto deve ser enxaguado com água fria para fechar os poros. Loções pós-barba sem muito álcool, evitam a irritação e o ressecamento da pele. Quem tem acne pode substituir a loção por um antibiótico na forma de gel. Sempre que possível, deixe de fazer a barba pelo menos um dia da semana. Outras opções para quem não está se sentindo seguro para uma depilação definitiva é poder fazer depilação prolongada com luz intensa pulsada, para ajudar a afinar o pelo e diminuir a inflamação.

veja também