Dieta: comer só salada ajuda a emagrecer?

Dieta: comer só salada ajuda a emagrecer?

Atualizado: Sexta-feira, 8 Janeiro de 2010 as 12

Comer só salada ajuda a emagrecer? Pensando rapidamente, a resposta é simples e bem curta: sim! Mas se você tiver mais um tempinho para refletir sobre o assunto, fique atenta as nossas dicas e veja como tudo é relativo!

Na realidade, não é recomendável que você coma só alface. Tudo bem, você vai emagrecer, mas não do jeito que a sua saúde quer. Nós precisamos saber que somente a magreza não é, e jamais, será sinônimo de uma vida leve e saudável. Se você não dispensa a saladinha light, veja se ela contém todos os nutrientes que você precisa. Caso não tenha, veja algumas sugestões que além de saudáveis, ainda são super gostosas e completas.

Uma salada básica contém poucas calorias e nem metade dos nutrientes que a gente precisa, sem contar que não sustenta por muito tempo. Para isso, há uma única solução: a criatividade. Isso mesmo, experimente novos ingredientes, tente, ouse, invente! Esqueça a saladinha sem graça e não se prenda ao número de calorias. Números são apenas números, mas sua saúde é você, seu presente e será seu futuro.

Nós daremos o primeiro pontapé na questão criatividade, mas depois é com você! Encha o prato de alface e depois incremente com rúcula. Sabe o agrião? Coloque-o também. Ele está entre as verduras mais nutritivas e menos calóricas de todas. Tomate, cenoura e pepino são indispensáveis. Um queijinho light por cima dá um sabor especial e já garante nutrientes que as verduras não possuem.

Beterraba, brócolis e pedaços de frango grelhado também são ótimas opções. Sabe as fibras? Então, não deixe de jogar por cima um pouco de granola, pois é ótimo para o funcionamento do intestino! Um pouquinho de hortelã dá o toque final.

Se você curte frutas - e é bom que curta - experimente colocar pedaços da sua fruta preferida, talvez maçã, manga, morango e, quem sabe, romã por cima da saladinha, que agora não está nada básica.

E o peixe? Omega-3 é essencial, gente! O atum e o salmão são ricos nesse nutriente. Experimente-os na salada. A soja também é ótima e todos já sabem de seus benefícios. Grãos de soja na salada ficam uma delícia!

Passe longe dos molhos. É lógico que, uma vez ou outra, eles também poderão ser inseridos na salada, mas prefira o azeite. A maior concentração de vitamina E e de compostos fenólicos do azeite de oliva extravirgem o tornam ainda mais especial para a saúde, além de funcionar como antioxidante. Esses benefícios foram comprovados por um estudo do Instituto de nutrição e de tecnologia de alimentos da Universidade de Granada, na Espanha, em 1999. Quantas opções, não? Agora o que não vai faltar é criatividade e, é claro, nutrientes! Viva a salada! Mas sempre bem completa, ok?

veja também