Evento tem investimento de R$ 13 milhões e receberá Gisele Bündchen e presidenciáveis

Evento tem investimento de R$ 13 milhões e receberá Gisele Bündchen e presidenciáveis

Atualizado: Quarta-feira, 9 Junho de 2010 as 8:56

O São Paulo Fashion Week (SPFW), maior evento de moda da América Latina, começa nesta quarta (9), às 15h. A organização espera que durante os seis dias em que acontecem os desfiles de verão 2011 de 39 grifes, passem pela Bienal do Parque do Ibirapuera, na zona sul de São Paulo, entre 110 mil e 120 mil pessoas. Entre elas, algumas presenças de peso, como a modelo Gisele Bündchen, na passarela da Colcci e Paris Hilton, no desfile da Triton. Alem disso, Paulo Borges, diretor da Luminosidade, que organiza o SPFW desde sua criação, espera a visita dos pré-canditados à presidência Dilma Rousseff, Marina Silva e José Serra.

E para receber esses profissionais de moda (compradores, profissionais da indústria têxtil e de grifes e jornalistas) o evento recebeu investimento de R$ 13 milhões, 30% a mais do que a edição anterior, que aconteceu em janeiro deste ano.

Segundo Borges, o SPFW traz muitos recursos para a capital paulista.

- O evento traz muitos compradores de outros estados e países para São Paulo. Além de contratar muitos trabalhadores temporários. Na mesma semana do evento várias marcas abrem as portas para receber esses compradores e, na última edição, movimentaram R$ 2,2 bilhões em compras

Desfiles

A principal diferença em relação ao evento anterior é que agora serão apresentadas as roupas que estarão nas lojas no verão do próximo ano - em janeiro o espaço foi das coleções do inverno seguinte.

Desfilarão algumas das mais importantes grifes do pais – nomes como Alexandre Herchcovitch, Ellus, Forum, Osklen, Ronaldo Fraga, Gloria Coelho e Reinaldo Lourenço. Merecem destaque também os estreantes: João Pimenta e Fernanda Yamamoto, vindos da Casa de Criadores (evento que lança jovens estilistas). A presença inusitada é de Ana Salazar, de Portugal, que é a única estilista estrangeira a apresentar sua coleção no evento.

Alguns desfiles acontecerão fora da Bienal. A Cavalera vaise apresentar em um casarão do bairro de Pinheiros, a grife Do Estilista (de Marcelo Sommer) fará sua apresentação no Villa Country (famosa boate sertaneja da cidade) e Gloria Coelho e Iódice desfilarão no Shopping Iguatemi, na zona sul da capital.

2011

O SPFW comemora 15 anos de existência neste ano, mas só vai comemorar na edição de janeiro de 2011, que acontecerá na segunda metade do mês. Sem revelar muita coisa, Borges garante que o evento vai "traçar novas metas para o futuro da moda brasileira" e que muita coisa deve mudar.

O diretor do evento sempre deixou claro que a ideia é, com o SPFW, ajudar a organizar o mercado de moda brasileiro. Para ele, nos próximos 15 anos ainda precisa ser conquistado o "entendimento político sobre a moda".

- Temos um plano de desenvolvimento para a moda brasileira, mas para executá-lo precisamos trazer agentes políticos para beneficiar o setor. Temos propostas para ajudar a indústria da moda, que gera quase 2 milhões de empregos diretos, a crescer. Falta as pessoas olharem para o SPFW como um processo, não um modismo.

Para 2011, o evento terá um salão de negócios voltado para compradores internacionais – algo semelhante ao Rio-A-Porter, que movimentou R$ 900 milhões em negócios na última edição.

Por: Rebeca de Moraes

veja também