Exercícios de alta intensidade para acabar com a gordura

Exercícios de alta intensidade para acabar com a gordura

Atualizado: Quarta-feira, 24 Agosto de 2011 as 2:12

Muita intensidade e pouco tempo ou muito tempo e pouca intensidade na prática dos exercícios físicos? Afinal, qual desses métodos queima mais caloria e elimina mais gordura? É que muita gente malha, malha, malha e não consegue perder peso, enquanto outros têm uma facilidade enorme em mandar as gordurinhas para bem longe. Está certo que depende do metabolismo, genética e da dieta de cada um. Mas será que é só isso mesmo? De acordo com um estudo do Colégio Americano de Medicina do Esporte, a intensidade com que se pratica o exercício também favorece a perda de peso.

Na pesquisa, três grupos de mulheres com obesidade abdominal foram avaliadas. Elas fizeram corrida ou caminhada ao longo de 16 semanas. O primeiro grupo se exercitou cinco vezes por semana, com intensidade moderada, por aproximadamente 1 hora. O segundo grupo, se exercitou intensamente três vezes por semana, durante menos tempo. O terceiro grupo não praticou nenhum exercício. O resultado do estudo apontou que as mulheres que fizeram exercícios intensos perderam mais gordura abdominal do que as que fizeram atividades moderadas pelo dobro do tempo.

Franz Burini, médico esportivo da Reebok Sports Club, explica que exercícios de alta intensidade estão associados a maior gasto calórico quando comparados a exercícios de baixa/moderada intensidade, inclusive no período pós-exercício. Isso quer dizer que atividades de alta intensidade culminam com maior gasto calórico, mesmo em repouso. "Já a repercussão metabólica dos exercícios de baixa/moderada intensidade são brandas, principlamente no pós-exercício", complementa Burini.

Para Allan Filipe da Silveira Barros, professor de musculação da Pelé Club de Belo Horizonte, o gasto calórico pós-exercício intenso, mesmo em repouso, acontece porque o consumo de oxigênio é mais influenciado e assim, mesmo após o término do exercício, ainda há gasto de energia.

Segundo Barros, para que faça efeito de perda de gordura, o recomendado é que uma pessoa saudável faça, no mínimo, 35 minutos de exercício, mas não é necessário fazer atividades aeróbicas todos os dias. "O mais interessante seria intercalar exercícios aeróbicos e, em outro dia, atividade de força muscular, como a musculação", diz.

Embora mais eficazes para eliminar gordura, os exercícios de alta intensidade não podem ser feitos por qualquer pessoa. De acordo com Franz Burini, eles são recomendados para indivíduos já fisicamente ativos e, principlamente, sem fatores de riscos cardiovasculares. Já exercícios de intensidade moderada, porém com duração prolongada, são indicados, principalmente, para pessoas sedentárias ou iniciantes.

Prós e contras dos exercícios de alta intensidade

Os contras da prática dos exercícios de alta intensidade estão relacionados a maiores riscos caridovasculares. "É que a partir de determinada intensidade, há aumento do risco de evento cardiovascular", diz Burini.

Já os prós dizem respeito a otimização das respostas metabólicas frente ao esforço físico, ou seja, maior gasto calórico com consequente repercussão na composição corporal e geralmente com duração de treinos menores.

veja também