Famosas se descuidam e criam "barriguinha"; saiba evitar

Famosas se descuidam e criam "barriguinha"; saiba evitar

Atualizado: Terça-feira, 6 Dezembro de 2011 as 11:12

Apesar de o clima não estar ajudando muito, as mulheres querem estar com o corpo impecável para arrasar na praia durante o verão. E por mais que a estação mais quente do ano esteja quase aí, ainda dá tempo de perder a barriguinha.

Os profissionais alertam que é necessário manter uma boa qualidade de vida durante todo ano, mas a maioria das pessoas adia o momento academia ou a boa alimentação. Deixe a preguiça de lado e comece a correr contra o tempo... Literalmente!

Jairo Diogenes, coordenador técnico da Fitness Together, afirma que perder a barriguinha depende de um conjunto de fatores e a perda de peso não está relacionada apenas a um tipo de exercício. "Se tem um desejo emergencial é preciso fazer uma atividade aeróbica, que são movimentos rítmicos e intensos com elevado gasto calórico, e abdominais", explica.

Essas atividades também podem ser intercaladas com caminhada, natação e bicicleta. Todos esses exercícios fortalecem o abdômem e ajudam eliminar a famosa "pochete".

Mas Jairo destaca que parte dessa barriga também é por conta da postura inadequada. "As pessoas ficam sentadas de qualquer jeito e quando estão de pé ficam um pouco corcundas. Quando você fortalece a musculatura das costas e da barriga, consequentemente você melhora a sua postura", detalha.

O treino ideal para quem não está acostumado com a malhação deve ser em dias alternados. "No começo pode fazer um treino de 20 a 30 minutos. A mulher tem que sentir qual parte do corpo ficou dolorida e esperar essa dor passar mesmo que ela já tenha pulado um dia de malhação", explica Jairo. Caso você não se sinta dolorida e se sinta confortável após 48 horas, pode dar outro estímulo aos músculos. "Aumente de 5 a 10 minutos a cada 2 ou 3 dias de exercícios", explica.

Nos primeiros dias é necessário que os exercícios sejam fáceis para que, à partir daí, você tome como referência para os outros dias. "Faça 3 séries de 12 movimentos. As séries de 15 movimentos não vão mudar no resultado final e ainda vão deixar o corpo dolorido", conta.

O personal explica que a mudança, infelizmente, não é tão rápida. "Se a barriga for por conta de detenção de líquidos ela vai ver uma melhora em 20 ou 30 dias. Já se for gordura, demora pelo menos 2 meses, mas ainda dá para pegar um bom Carnaval", brinca Jairo. No começo do treino o ganho é neural e não estético, ou seja, o corpo passa primeiro por uma fase de adaptação.

É importante lembrar que todas as pessoas que vão iniciar ou readaptar um treino precisam ter cuidado com os exageiros. "É comum, em quem não respeita os limites, causar lesão no músculo, tendão e articulação. Para qualquer pessoa a dica é começar com intensidade leve e ir aumentando com o tempo", finaliza.

Alimentação saudável acelera o processo

A nutricionista esportiva funcional Priscila Di Ciero explica que não há uma dieta ideal geral para todo mundo e, por isso ,é necessário a ajuda de um especialista. "O processo gerado por uma má alimentação, estresse e a própria gordura já acumulada atrapalham no processo de perda de gordura corporal. Alimentos anti-inflmatórios, ricos em ômega 3, como os peixes de água fria e linhaça dourada, e os termogênicos, como pimenta vermelha, chá verde e gengibre, podem ser estratégias", detalha.

Segundo Priscila, a combinação entre alimentos diuréticos e ricos em fibras estimulam o bom funcionamento do intestino e pode ser uma das estrategias. "Eles são basicamente chá verde, aipo, erva doce, frutas ricas em água como melancia e água de coco. Os ricos em fibras são os cereais integrais como quinua, linhaça, aveia, legumes, verduras e todas as frutas com casca e bagaço.

Apesar de o resultado não ser imediato, nunca é tarde para começar uma dieta para qualquer objetivo. "Todos querem resultado em tempo recorde e acabam fazendo besteiras, perdem saúde com queda de imunidade, aumentam ansiedade, e de nada adianta: acabam entrando num ciclo sem saída. Um check-up médico pode dar início a um novo projeto de estilo de vida", explica Priscila.

Depois que o verão passa, muitas pessoas tendem a engordadr de novo. Segundo a nutricionista, elas perdem o foco, não se estimulam ou relaxam após terem obtido o resultado. Já as pessoas que abusam dos medicamentos para perder peso, sofrem com a mudança de metabolismo e passam pelo efeito sanfona (engorda-emagrece) e passam a ter mais dificuldade para emagrecer depois.

Depois que obteve a forma desejada e quer manter as curvas, a dica da nutricionista é simples: evite alimentos pesados como os com molho, queijos, frituras e doces com chantily. Aproveite o tempo quente e faça atividades ao ar livre.

Foto: AgNews/Getty Images

veja também