Grávida, mas sem os "direitos de beleza" cassados

Grávida, mas sem os "direitos de beleza" cassados

Atualizado: Segunda-feira, 12 Maio de 2008 as 12

Grávida, mas sem os "direitos de beleza" cassados

Mulher grávida tem a sensação de ter os "direitos da beleza" cassados. Não pode tingir o cabelo, é proibida de usar uma infinidade de cosméticos, não pode fazer determinadas massagens... enfim, disciplina espartana para a segurança dos pequenos que ainda estão na barriga.

Segundo a endocrinologista Priscila Villela, não é só restrição. Algumas técnicas são liberadas e até indicadas, como a drenagem linfática. Ela pode ser feita durante toda a gravidez, em todo o corpo, com exceção do abdome, e ajuda na prevenção da celulite, flacidez, inchaço.

Outra dica de beleza é manter o corpo sempre hidratado, mas nunca com ácido retinóico ou clareadores na fórmula porque a pele tem a produção de melanina acentuada, o que causaria manchas. E quanto aos outros probleminhas encontrados pelas grávidas?

A especialista sugere alguns tratamentos para resolver celulite, estrias... Confira:

Celulite: na gestação há acúmulo de gordura e retenção líquida, o que agrava a celulite. O melhor é prevenir o aparecimento através de uma ativação da circulação, melhorando a irrigação dos tecidos e a eliminação de líquidos e toxinas. Tratamentos mais agressivos com medicamentos (intradermoterapia) ou com gás carbônico (Carboxiterapia) devem ser feitos somente após o término da amamentação.

Estrias: o tratamento deve ser preventivo com cremes hidratantes e emolientes que vão dar condições para a pele se distender com o aumento do peso, sem o risco do aparecimento de novas estrias. O aparecimento da estria depende da predisposição da pele, em alguns casos mesmo com cuidados intensos na hidratação, podem aparecer estrias nesta fase. O ganho de peso exagerado também predispõe ao aparecimento das estrias.

Inchaço: a retenção de líquido é muito freqüente nesta fase, portanto uma alimentação saudável, sem excesso de sal e com muito líquido ajuda na prevenção. A drenagem linfática duas vezes por semana melhora em muito o inchaço.

Seios: nesta fase o mais importante é a hidratação do local e o uso de sutiã com sustentação para evitar a flacidez. Qualquer tratamento está contra-indicado, já que o aumento de volume é inevitável.

Varizes: qualquer tratamento deve ser feito após o término da amamentação.

veja também