Grávidas famosas adoram usar salto alto; médicos condenam

Grávidas famosas adoram usar salto alto; médicos condenam

Atualizado: Segunda-feira, 13 Dezembro de 2010 as 9:27

Em tempos de vaidade extrema, deixar de usar salto alto para algumas mulheres é um verdadeiro sacrilégio. Até mesmo quando estão grávidas. Prova disso são atrizes como Danielle Winits e Juliana Paes, que, mesmo em fase avançada de gestação, não abrem mão dos sapatos enormes.

O R7 conversou com especialistas para saber se há (ou não) problemas em usá-los quando se está esperando bebê.

Segundo a médica assistente e obstetra da Unicamp Giuliana Jesus Lajos, não se recomenda às futuras mamães abusarem dos saltos. Isso porque, a gravidez provoca uma série de alterações no corpo feminino.

- Há um aumento de líquido nas articulações, que ficam mais molinhas e frágeis. Isso, aliado ao uso de um salto, aumenta o risco de torcer o pé e cair.

De acordo com a especialista, as quedas não costumam causar maiores problemas ao feto, pois existe a bolsa para protegê-lo. Mas, se forem severas, podem levar ao descolamento da placenta (o que forçaria o parto prematuro), às contrações e ao estresse da mãe.

- Grávidas caem muito. E as quedas sempre geram angústia na gestante. Todas, sem exceção, nos procuram nervosas e preocupadas de ter acontecido alguma coisa com o bebê.

Outro problema que os saltos podem trazer durante a gestação tem relação com a postura. Cibele Réssio, ortopedista e especialista em pé da Unifesp, explica que neste período os hormônios agem preparando o corpo da mulher para o dia do nascimento.

Dois fenômenos se fazem sentir: o das articulações, que ficam moles, como já citado acima, e o do hiperlordose - excesso na curva da coluna.

- Os saltos pioram a hiperlordose. Isso sem falar nos problemas comuns a qualquer mulher [grávida ou não], como as calosidades, as dores e a maior incidência de joanetes nos pés.

Cibele, que desenvolveu sua tese de mestrado sobre o assunto, ressalta que é preciso atenção ao usar salto, mesmo nos primeiros meses de gestação.

- Elas acham que estão normais, sentem-se assim, mas o corpo já está processando as mudanças. Por isso, o ideal é evitar o uso dos saltos, porque não é seguro.

A ortopedista esclarece também a questão dos tamanhos do salto.

- Na minha tese [de mestrado] mostro que acima dos 3 cm o efeito é semelhante. Tanto faz o sapato ter 3 cm ou 10 cm, pois aumenta o desequilíbrio do corpo da mesma maneira.

Mesmo assim, se for usar salto, em uma festa, por exemplo, aconselha-se que a grávida escolha os de base mais larga ou os modelos como o anabela, que trazem maior sustentação.

Em caso de queda, a gestante deve observar se houve perda de líquido ou de sangue e se a barriga está dolorida ou endurecida. Caso exista alguma manifestação do tipo, deve-se procurar um médico.

veja também