Já usou creme depilatório?

Já usou creme depilatório?

Atualizado: Segunda-feira, 22 Agosto de 2011 as 10:40

  Dos métodos de depilação convencionais, o creme depilatório é um dos mais controversos. Enquanto há mulheres que não abrem mão do produto, outras passam longe da técnica sem nem terem experimentado. Segundo a especialista em estética Luisa Catoira, para evitar alergias e irritações, o ideal é seguir as recomendações do fabricante e fazer um teste antes da aplicação. “Depois de verificar se a pele aceita a química, o risco é minimo, basta que as orientações básicas sejam seguidas”, explica.

O creme depilatório possui uma composição química que amolece o pelo, tornando sua retirada mais fácil. No entanto,  por não arrancar o folículo piloso, os pelos voltam a crescer rapidamente, assim como acontece com a lâmina. “O tempo de crescimento dos pelos é muito semelhante nos dois métodos, assim como a ausência de dor. A diferença está no fato de que com o creme não há perigo de cortes”, afirma Luisa Catoira.

De acordo com Cristina Pontes, gerente de marketing da DepiRoll, marca com produtos de uso profissional e também de home care, o uso de cremes depilatórios está se expandindo no país, principalmente por conta dos lançamentos que tornam o dia a dia de quem usa o método cada vez mais prático. “Temos cremes para pelos grossos, mais difíceis de serem retirados, loções depilatórias com manteiga de cacau para hidratar a pele e produtos específicos para serem usados no banho, o que minimiza o tempo de espera e torna a aplicação mais prática”, afirma.

O método pode ser usado em em todo o corpo, não sendo recomendado no entanto para o rosto, que tem a pele mais sensível. Para buço e sobrancelhas, prefira outro tipo de tratamento, mas pernas, virilha e axilas estão liberadas! O tempo de ação depende do fabricante e é essencial seguir as instruções de uso para evitar riscos a saúde, inclusive de intoxicação. É importante frisar que não adianta tentar deixar mais tempo do que o recomendado na embalagem. Se nem todos os pelos caírem nas primeiras aplicações, o melhor é aguardar 72 horas e reaplicar o produto.

“Quem tem tendência a pelos encravados pode começar a esfoliar a pele em dias alternados, assim que os pelos começam a nascer, para que ocorra a desobstrução do poro e evite que o pelo inflame”, explica a dermatologista Marcella Delcourt (SP), que recomenda o processo independentemente do método depilatório utilizado. Após a depilação, podem ser utilizados cremes calmantes a base de camomila e pantenol (ou outros receitados pelo dermatologista se necessário)  se a pele estiver irritada ou infeccionada.

Passo a passo para uma depilação segura

1) Faça o teste de alergia antes da aplicação

2) Aplique o produto de forma a cobrir todos os pelos

3) Espere o tempo indicado na embalagem e retire o produto com água em abundância

4) Não use sabonetes e desodorantes logo após a aplicação

5) Mantenha a pele esfoliada e hidratada sempre!

veja também