Livre-se das celulites

Livre-se das celulites

Atualizado: Sexta-feira, 14 Outubro de 2011 as 8:03

O dado pode ser um tanto impressionante: 98% das mulheres têm celulite – e ela é ainda mais comum nas de pele clara. “A celulite acontece por um acúmulo exagerado de gordura nos adipócitos [células de gordura localizadas na terceira camada da pele], que é desencadeado por alterações genéticas, hormonais ou por maus hábitos diários, como má alimentação e sedentarismo”, contextualiza a dermatologista Celina Ponte. Esse exagero de gorduras provoca um aumento das células adiposas, que são envolvidas por fibras que, quando muito tensionadas, desenvolvem retrações na pele visíveis na superfície (os conhecidos e temidos furinhos).

A celulite pode ser divida em quatro graus:

 Grau 1: é visível somente quando se comprime a pele e é indolor.  Grau 2: o famoso aspecto “casca de laranja”. É visível mesmo sem compressão da pele e é possível sentir alguns nódulos quando se passa a mão sobre a pele.  Grau 3: fica bastante visível e os nódulos se tornam endurecidos. Pode haver dor e edema.  Grau 4: a pele fica com muitas depressões, adquirindo um aspecto acolchoado endurecido. O inchaço e a dor são constantes.

Segundo a dermatologista e corredora Adriana Cairo, os graus 1 e 2 são mais fáceis de tratar e respondem bem à dieta e exercícios físicos. Já os graus 3 e 4 são mais complexos, pois mesmo a perda de gordura não resolve o problema, uma vez que a diminuição do peso pode causar flacidez na região afetada.

Coloque a celulite pra correr – Dentre as atividades que mais ajudam a manter um corpo livre da celulite está a corrida. Ela não só contribui para a queima do excesso de gordura como também favorece a circulação geral do organismo, explica a dermatologista Celina.

Tratamentos estéticos funcionam? – Existem alguns mecanismos que ajudam a combater a celulite, que vão desde massagens como drenagem linfática, que ajuda a eliminar o excesso de líquido no corpo, até mesmo cirurgias estéticas que rompem as traves fibrosas que se formaram. No entanto, a dermatologista Adriana ressalta: “Nenhum estudo se mostrou eficaz a longo prazo, provando que a celulite é uma patologia crônica que necessita de manutenção.”

Apesar de a herança genética ser um fator importante no aparecimento da celulite, há medidas que devem ser consideradas para mantê-la longe das coxas e do bumbum. “É indispensável uma alimentação equilibrada para evitar sobrepeso. As atividades físicas regulares trabalham a circulação e a queima de gordura em excesso”, reforça Adriana. Igualmente importante é saber escolher os alimentos, não fumar e, se possível, fazer massagens que favoreçam a circulação, como a drenagem linfática.

Uma forcinha extra – As dermatologistas Adriana Cairo e Celina Pontes explicam ainda que aplicar cremes com ingredientes ativos (como o retinol) acelera o metabolismo e a circulação sanguínea. Já a drenagem linfática redistribui o líquido que fica retido com a gordura e melhora a circulação, enquanto os aparelhos de ultrassom de alta potência e equipamentos de radiofrequência e infravermelho promovem a quebra das células de gordura.

veja também