Má postura causa celulite

Má postura causa celulite

Atualizado: Terça-feira, 12 Abril de 2011 as 10:36

Mulheres   francesas são magras. Isso é fato. Esbeltas, elegantes, charmosas, elas tem o corpo enxuto, livre de   gorduras localizadas e celulite . Não é a toa que a técnica da Podoposturologia nasceu nesse país. Isso porque ela simplesmente corrige os maus hábitos corporais, não deixando que nenhuma gordura localizada se instale. Exibir um corpo bonito e em forma é sinônimo de saúde e não só de estética. Muita gente faz de tudo em busca da silhueta perfeita e, muitas vezes, acaba ingerindo fórmulas e componentes prejudiciais à saúde.

O que as pessoas não sabem é que um dos fatores que as ajudam a ter o corpo desejado é fazer uma mudança corporal, a partir de alterações nas atividades do dia a dia. Isso pode ser difícil a princípio, mas logo se transforma em rotina. A boa forma depende do seu estilo de vida. Além disso, a boa postura corporal é mais do que algo para melhorar a aparência. Sem ela, a saúde pode ser seriamente comprometida.

Além de dor nas costas, a má postura causa a temida e famosa gordura localizada e também a horrível celulite. Quando uma pessoa tem algum tipo de desvio na coluna, como o desalinhamento, o espaço entre as vértebras é comprimido, o que pode dificultar a circulação do sangue na região, conhecido como hiperlordose.

Como conseqüência, a circulação sangüínea na região abdominal e no quadril fica comprometida, propiciando a retenção de líquidos, a localização de gordura na região e o aparecimento de celulite, além do enfraquecimento da musculatura abdominal, projetando a barriga para frente. Normalmente, quem possui hiperlordose tende a ter hipercifose, e como conseqüência, ocorre um acúmulo de gordura na parte superior das costas, bem abaixo do pescoço, deixando a pessoa corcunda.

Se você quer se manter longe dessas gordurinhas indesejáveis e da celulite, basta

realizar uma avaliação criteriosa e personalizada com um fisioterapeuta, que poderá propor um tratamento individual e específico, com o objetivo de acabar com a dor, mas também proporcionar um melhor equilíbrio e harmonia corporal como forma de prevenção. Quanto mais cedo corrigirmos as posturas inadequadas, melhores serão os resultados obtidos.

Alterações posturais ainda na infância predispõem problemas na vida adulta, como o transporte de carga excessiva de material escolar em mochilas. Em adultos, a má postura está relacionada a quedas, acidentes, obesidade e problemas congênitos (escolioses). Na mulher, os desconfortos na coluna são mais acentuados no período da gestação e menopausa. Na velhice, as quedas, a artrose e a osteoporose (redução da massa óssea) são as principais causas.

E, principalmente, as atividades de vida diárias (AVDs) podem estar associadas à má postura, como a maneira de se sentar, de se deitar e dormir em colchões inadequados ao peso corpóreo, de carregar peso, dirigir um automóvel, a prática de atividade física inadequada, entre outros.

Para ajudar a solucionar tais problemas, surgiu a Podoposturologia, uma técnica francesa da área da fisioterapia que tem como objetivo reeducar e realinhar a estrutura do corpo através de exames especializados que geram a prescrição de palmilhas proprioceptivas, que podem ser usadas tanto na prevenção como na cura dos problemas. A técnica corrige vícios posturais decorrentes dos desequilíbrios que comprometem a saúde tanto de atletas quanto de pessoas sedentárias.

As palmilhas são confeccionadas em EVA, borracha feita da mistura de etil, vinil e acetato, material usado em calçados esportivos de última geração e que propicia sensação de conforto e bem estar, esses materiais são importadas da França. “Na maioria dos casos, o uso das palmilhas é periódico. Há problemas que são solucionados entre 45 dias a seis meses, outros em um, dois ou três anos. Em apenas cerca de 30% dos casos, o uso de palmilhas é necessário de forma continuada”, declara Dr. Mauro Pedroni Junior, fisioterapeuta e diretor da FisioClínica Londrina, no Paraná . “Após a reorganização postural, o paciente deve estabelecer uma rotina no seu dia a dia, percebendo e reeducando seus hábitos posturais nas atividades diárias”, complementa o Dr. Vidigal Afonso Gasparini, fisioterapeuta responsável pela Corpo Equilíbrio Fisioterapia, clínica localizada na capital de São Paulo.

Os Fisioterapeutas

Dr. Mauro Pedroni Junior – Fisioterapeuta Graduado pela Universidade de Marília com especialização na França em Podoposturologia. Formação em Osteopatia, Osteoetiopatia, Mulligan, Cadeias Musculares, Cyriax, Mobilização Neural, Reorganização Tônica e Fásica da Postura e Crochetagem Mioaponeurótica. Com experiência internacional estagiou na França, Bélgica e Holanda, é Professor da Pós-Graduação em Fisioterapia Ortopédica e Traumática da Universidade Evangélica de Curitiba-PR; Universidade Salesianas de Lins-SP; Universidade Norte do Paraná (Unopar). UEL Universidade Estadual de Londrina. Hoje mora em Londrina, onde é Professor do Curso de Especialistas em Fisioterapia Osteopática,ATMS Academia de Terapia Manual e Esportiva. Professor do curso de Podoposturologia no Brasil ,Portugal e Argentina.

Dr. Vidigal Afonso Gasparini – Fisioterapeuta. Graduado pela Universidade de Marília. Formação em Cadeias Muscular método Leopold Busquet (França), Osteopatia Clínica ATMS (Bélgica), Podoposturologia, Reeducação Postural Global Método Australiano, Pilates Solo e Aparelhos, Maitalnd, Mulligan, Movimento Combinado, Mobilização Neural, Therapy Taping, Kabat, Reequilíbrio Somato Emocional. Foi Professor de Graduação e Pós Graduação em Fisioterapia por 10 anos, organizador do Curso de Podoposturologia em São Paulo.  

veja também