Manual de sobrevivência ao bad hair day

Manual de sobrevivência ao bad hair day

Atualizado: Quarta-feira, 18 Fevereiro de 2009 as 12

Ai, que bom seria se os nossos cabelos obedecessem nossos desejos, assim como as roupas. Um dia queremos o clássico, outro dia o despojado. Basta, então, mudar o modelito. Mas cabelo não é peruca e a gente já fica satisfeita se os fios colaboram ficando, pelo menos, de acordo com o corte. Pena que, vira e mexe, ele parece ganhar personalidade própria e se dar a desmandos, o chamado bad hair day.

"Sem duvida, 90% das vezes a culpa é da humidade. Esse é o clássico bad hair day. Os cabelos ficam com frizz incontroláveis devido à umidade. Sem um anti-frizz é praticamente impossível terminar o dia sem parecer uma leoa. Mas vale lembrar que os produtos mais leves podem ser aplicados mais de uma vez. Mas se aplicar muito, em vez de controlar o frizz, vai parecer que passou o dia fritando pastel, de tão oleoso", diz o cabeleireiro Enzo Junior, com muito bom humor.

Este transtorno todo pode ser evitado, é claro (pelo menos em seu maior grau). A regra é clara e simples. Cabelo precisa ser cortado a cada três meses para se manter bonito e "no lugar" e mesmo que você queira deixar crescer. E também não adianta querer milagres porque fios precisam de hidratação, reparação de pontas e leave-in, além de bons shampoos e condicionadores. Se ainda assim o bad hair day te perseguir, aí você pode até bater um papo com um tricologista (o especialista em cabelo) para saber se falta alguma vitamina no corpo ou se passa por alguma disfunção hormonal.

Agora que a gente deu toda a prevenção, é preciso dar o remédio emergencial. Afinal de contas, com uma vida tão corrida e o tempo tão maluco, o bad hair day pode simplesmente aparecer. Coques, tranças e rabos-de-cavalo são muito amigos. "Esses penteados são considerados verdadeiros coringas. Se você tem pescoço bonito ou longo, use um coque baixo. Se está um pouco acima do peso, um rabo-de-cavalo com franja pode ser mais indicado. Se é alta e magra e ainda tem fios longos, aposte em uma trança sensual", diz Paulo Cesa.

veja também