Mesmo com 50 anos, Barbie ainda é padrão de beleza

Mesmo com 50 anos, Barbie ainda é padrão de beleza

Atualizado: Sexta-feira, 13 Março de 2009 as 12

Esta semana a Barbie faz 50 anos. E assim como algumas mulheres, que podem recorrer a cirurgias plásticas estéticas e tratamentos de beleza, ela não envelheceu. Atualmente há um padrão de beleza, que podemos dizer, que é um padrão Barbie. Peitos volumosos, cintura fina, bumbum arrebitado, sem falar em lábios grossos e nariz empinado. Mas será que as bonecas são parecidas com as mulheres ou as mulheres sofrem intervenções para ficarem iguais as Barbies?

O Brasil é o segundo país no ranking de cirurgias plásticas, só perde para os Estados Unidos. Em 2008, foram realizadas 629 mil intervenções estéticas, sendo 151 mil cirurgias de mama e 91 mil lipos. De quatro anos para cá, o implante de próteses e a redução mamária ultrapassaram a lipoaspiração (33% mama; 20% lipo).

O médico cirurgião plástico da SBCP (Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica), Dr. Fernando Fernandes, diz que há um limite para a busca da "perfeição" e que isso acontece quando a mulher começa a perder suas características pessoais, almejando se parecer com outras pessoas, e compromete a sua personalidade. Ele ainda enfatiza que o médico tem o dever moral de alertar o paciente e, mais que isso, tem o direito de se recusar a realizar o procedimento.

Fernandes já recebeu pedidos de mulheres querendo parecer a Barbie, modelos e artistas. "As mulheres, de maneira geral, têm em mente modelos que gostariam de parecer. Cabe ao cirurgião esclarecer ao paciente a suas reais possibilidades. Não devemos prometer resultados específicos e sim propor modificar as relações tomando por base a estrutura já existente". O médico ainda alerta para que se procure um cirurgião plástico da SBCP, ou até mesmo mais de um, para se esclarecer todas as dúvidas em relação ao procedimento e certificar-se que o médico lhe dará toda assistência.

veja também