Mito ou verdade: água oxigenada é mesmo a solução para tudo?

Mito ou verdade: água oxigenada é mesmo a solução para tudo?

Atualizado: Segunda-feira, 26 Outubro de 2009 as 12

Você com certeza já usou ou pelo menos escutou falar da água oxigenada. Mas certamente não conhece todos os benefícios que esse produto pode ter. Fora que circula na internet um email com benefícios maravilhosos do produto. E aí, será que é verdade mesmo?

Segundo o professor de Cosmetologia, Maurício Pupo, a água oxigenada foi criada quando ainda não existiam os antibióticos e havia, durante a segunda guerra mundial, a necessidade de se prevenir infecções que levariam os soldados à amputação de membros. Os químicos da época perceberam que, ao se despejar a água oxigenada sobre os ferimentos abertos, observava-se a formulação de uma espuma. Pesquisando mais a fundo descobriram que essa espuma era resultado da liberação de oxigênio livre e que esse oxigênio tinha a propriedade de matar as bactérias e fungos.

A água oxigenada é considerada um agende poderoso na destruição de bactérias e fungos que possam infectar a pele. Mas é preciso ficar atento, apesar dos benefícios deve ser usada com cuidado e sempre com a supervisão de um médico.

Maurício Pupo desmistificou algumas dúvidas sobre o uso correto da água oxigenada:

Mito e verdades...

- A água oxigenada pode ser usada para bochechos e, se mantido na boca por alguns minutos, mata todos os germes bucais, branqueando os dentes

R: A água oxigenada usada nos enxaguatórios bucais para clareamento dos dentes está balanceada e diluída juntamente com outras substâncias que também protegem as gengivas. Usar a água oxigenada pura, sem acompanhamento do dentista, pode produzir sérias lesões nas gengivas e até agravar as famosas gengivites.

- Manter escovas de dentes numa solução de água oxigenada conserva as escovas livres de germes que causam gengivite e outros problemas bucais

R: Não é recomendado deixar de molho não. A água oxigenada tem uma validade curta após exposição aos germes e pode, com o tempo, se tornar uma fonte de microorganismos mais nocivos ainda. O que se pode fazer é banhar a escova na água oxigenada borrifando-a sobre as escovas após o uso. Neste caso não é preciso enxaguar e pode deixar enxugar naturalmente.

- Um pouco de água oxigenada em pano desinfeta superfícies. Excelente para cozinhas e banheiros

R: Mentira. A água oxigenada só está ativa quando houver a enzima catalase, presente no sangue, nos fluidos orgânicos e também liberada por microorganismos. Na presença desta enzima ocorrerá a liberação do oxigênio ativo e a destruição dos germes. Numa superfície pode não haver um número de microorganismos suficiente para produzir catalase e ativar o oxigênio ativo, tornando a água oxigenada totalmente inútil nestas situações.

- Tábuas de carne e outros utensílios são desinfetados após uso, com água oxigenada

R: Neste caso é válido e seguro borrifar os utensílios com água oxigenada, mas sempre após a tradicional higienização com água e detergente. Neste caso a água oxigenada desinfetará os utensílios ajudando a eliminar os microorganismos que a água e o detergente não retiraram.

- Nos pés, evita problemas de frieiras e fungos que causam problemas, inclusive o mau cheiro (chulé)

R: Correto, pois ajuda a reduzir o número de microorganismos responsáveis pelas micoses e pela bromidrose (chulé).

- Passada em ferimentos evita infecções e ajuda na cicatrização

R: A água oxigenada é um desinfetante muito usado em ferimentos. Quando corretamente aplicada evita infecções.

veja também