Moda cresce a passos largos no e-commerce nacional

E-commerce de moda cresce e traz vantagens

Atualizado: Terça-feira, 9 Outubro de 2012 as 10:59

O E-commerce, venda de produtos pela internet, está crescendo cada vez mais e ganhando grande espaço no mercado. Criado pela ex-jornalista da moda inglesa, Natalie Massenet, essa febre só aumentou desde seu primeiro modelo, Net-a-porter, em 2000, onde os executivos do mundo fashion viram a possibilidade de fazer negócios.

Quem entrou recentemente na onda da venda pela internet foi a Helena Linhares com sua loja Olook. Mais de 1 milhão de consumidoras cadastradas. O segredo do sucesso? Preços atraentes para todos os olhares e bolsos, novidades quentinhas do mundo da moda e muita dedicação no desenvolvimento das sua própria linha de acessórios.

Essa febre da internet tende a fazer com que o E-commerce aumente cada vez mais, principalmente para quem produz. O mercado parece estar realmente animado com os novos rumos.

Um dos grupos mais acessados por meninas de todo o Brasil é o "Meninas Desapego". O grupo tem como objetivo vender peças que estão paradas no armário, roupas, acessórios, novos e velhos. São separadas por estados, cidades e, algumas vezes, até por bairros. Exibem seus produtos, fazem suas negociações e, pelo próprio Facebook, finalizam a negociação.

Dificuldades existem, uma delas é convecer todas as grifes e marcas famosas a participarem do novo mercado. Ainda existem algumas marcas que têm como política não vender pela internet. Mas isso vai acabar?, sejamos otimistas.

 

Com informações de Mdemulher.

veja também