O espelho não tem sido seu amigo?

O espelho não tem sido seu amigo?

Atualizado: Sexta-feira, 30 Outubro de 2009 as 12

Existem pessoas que se acham menos privilegiadas na sua aparência física e procuram melhorar o visual ou a maneira de se comportar diante de situações sociais; o que não é errado. O que foge à normalidade, porém, é o fato de uma pessoa deixar de ser o que é para viver escravizada em função do que os outros vão achar a seu respeito. Não se pode mudar a aparência para agradar ou competir com outras pessoas.

Muitas mulheres de Deus sofrem porque acham que serão condenadas se fizerem uma plástica, ou se alongarem ou mudarem a cor de seus cabelos. Ora, Deus não está olhando para nada disso. Deus quer seus filhos em santidade e isso nada tem a ver com "aparência". É claro que, nesse caso, nos referimos à beleza e não à vestimenta indecente. Bom lembrar que uma mulher de Deus não expõe seu corpo com decotes, roupas transparentes ou roupas que marcam seu corpo. Aliás, esse é o princípio da santidade no universo feminino.

Se algo não vai bem com a auto-estima, é importante averiguar primeiramente o interior, a alma, o coração. O que não está bem? Só após uma conversa franca com Deus, em que Ele, sim, poderá sondar profundamente os sentimentos mais ocultos, é que se pode partir para os cuidados da beleza externa.

Mudar por fora, somente, não vai resolver o problema. O próprio Jesus cita na Bíblia a expressão "sepulcro caiado": Ai de vós, escribas e fariseus, hipócritas, porque sois semelhantes aos sepulcros caiados, que, por fora, se mostram belos, mas interiormente estão cheios de ossos de mortos e de toda imundícia! (Mateus 23:27).

Cuidar do corpo, cabelo, unhas e vestimentas é muito importante para toda mulher. Ester passou por um processo de embelezamento durante um ano para conhecer o rei Assuero. Seis meses com óleo de mirra, seis meses com especiarias e ainda com os perfumes e ungüentos em uso entre as mulheres. Foi essa mulher que salvou toda uma raça de ser extinta da terra.

veja também