Os apliques e os alongamentos de fios naturais

Os apliques e os alongamentos de fios naturais

Atualizado: Quinta-feira, 14 Abril de 2011 as 11:10

Por conta dessa onda fashion, nunca houve uma oferta tão variada de extensões profissionais no mercado. Do tradicional megahair aos apliques de Jessica Simpson, há opções para todos os clientes e desejos. “Com a vaidade em alta, tanto na vida pessoal quanto na profissional, esse tipo de serviço está cada vez mais valorizado. A brasileira adora mudar o visual e também ama cabelo comprido”, diz o top cabeleireiro Wilson Eliodório, responsável pelo visual de celebrities como Taís Araújo.  

Daí o sucesso das extensões de um dia. Para ser bem-sucedido nesse ramo, no entanto, não basta vender um rabo de cavalo ou uma franja. É preciso estudar bem tanto os fios, quanto o método a ser aplicado. Wilson, por exemplo, criou extensões temporárias personalizadas, que ele apelidou de alta-costura do cabelo. “Analiso a mulher, tiro as medidas da cabeça e crio apliques exclusivos com mechas naturais e presilha tic TAC na ponta para valorizar a cabeleira dela”, revela.  

Nesse processo, outro detalhe importante é apostar na educação. “É preciso explicar detalhadamente a colocação de cada mecha para que ela consiga usar o alongamento quando quiser. Minha dica para fixá-lo bem é eriçar um pouco o cabelo do local escolhido e aplicar spray antes de colocar a presilha”, diz Luciana Alvarez, do salão Scenario, em São Paulo. No caso do rabo de cavalo e outras extensões fashion, a profissional faz tanto a venda quanto o aluguel, aumentando o leque de serviços do salão.

Look exclusivo

Oferecer o alongamento de fios naturais com durabilidade que varia de três a quatro meses pode ser uma empreitada de sucesso para o salão. “Por experiência própria, garanto que quem coloca uma vez não consegue mais ficar sem”, conta Pamela Pereira, técnica capilar da Giambertone. Ter feeling para entender o perfil da cliente ajuda bastante a alavancar as vendas. O cabeleireiro Toni Alves, do salão Lay Out, em São Paulo, optou pela extensão de queratina para atrair o público que busca praticidade. “Considero o melhor por conta da leveza dos fios, que cria looks bem naturais, e por ter a vantagem da cliente poder levar uma vida normal, como fazer natação, ginástica ou simplesmente deixar secar ao natural.” O tempo de colocação também conta pontos para quem não tem tempo para ficar horas no salão. Uma novidade nesse quesito é o alongamento Hot Heads, feito com fitas adesivas. “A colocação leva de 30 a 40 minutos”, revela a cabeleireira Lucy Cossenzo, embaixadora da marca no Brasil.  

Métodos tradicionais continuam fazendo a cabeça das mulheres. No caso do megahair, a criatividade e a habilidade são fundamentais. “É muito importante o salão ter um profissional qualificado com conhecimento no assunto. Quando eu visualizo a cliente, já sei qual a quantidade de cabelo necessária para criar o look ideal – não adianta colocar mais ou menos, tem que ser o ideal para ela”, aconselha Flávio Priscott, o favorito das celebridades como Silvia Buarque. O especialista também adverte: “É preciso ter cuidado na hora de unir as madeixas originais às novas mechas. Nunca deixe o ar entrar enquanto veda os fios para a água não penetrar depois e soltá-los”. Conheça abaixo alguns tipos de alongamento que podem ser incluídos no cardápio do salão.  

veja também