Pele e cabelos podem sofrer com a baixa umidade do ar

Pele e cabelos podem sofrer com a baixa umidade do ar

Atualizado: Segunda-feira, 18 Julho de 2011 as 9:32

Que a mudança de tempo é o melhor amigo do resfriado, a maioria já sabe. O que muitos não têm conhecimento é que o clima seco também é um vilão para a saúde. A previsão do tempo para este fim de semana é justamente de ar seco. Segundo especialistas, pele, cabelos e o aparelho respiratório podem sofrer ¿ principalmente por causa dos baixos índices de umidade relativa do ar.

"Se está sol e entra uma frente fria, com chuvas, aumenta a incidência de fungos e ácaros no ar, o que favorece o aparecimento de alergias. Além disso, a mudança brusca de temperatura causa uma baixa no sistema imunológico e a pessoa fica mais suscetível a gripes e resfriados", explica o coordenador do projeto Brasil Sem Alergia, Marcello Bossois.

Por outro lado, segundo o especialista, quando as chuvas dão lugar ao sol no inverno, a incidência de fungos diminui. Entretanto, outro problema surge: a baixa umidade do ar, que resseca a mucosa nasal. "Quando o ar entra ao respirarmos, a umidade natural da mucosa passa para este ar seco. A mucosa necessita de umidade para funcionar corretamente.

Ressecada, ela sofre irritações. Por isso é importante umidificá-la com soro fisiológico ao menos uma vez ao dia", ensina.

A dermatologista Luciana Labouriau lembra que é preciso cuidar da pele e dos lábios. "A boca fica queimada se não houver cuidados. O maior erro é passar a língua achando que hidrata. A saliva é acida, pode piorar o quadro", diz.

fonte: Terra

veja também