Pescoço pode sofrer envelhecimento precoce

Pescoço pode sofrer envelhecimento precoce

Atualizado: Quarta-feira, 14 Julho de 2010 as 9:26

Em meio a tantos cuidados com rosto, cabelos, pernas, bumbum, barriga, pés e mãos, lábios e tantas outras áreas, muitas mulheres acabam se esquecendo de incluir a região do pescoço no ritual de beleza. Até mesmo a cantora Madonna está correndo atrás do rempo perdido. De acordo com reportagem publicada na revista norteamericana Life & Style, a cantora virá para o Brasil para se submeter a cirurgias estéticas com o médico Ivo Pitanguy, que possui uma clinica renomada e mundialmente conhecida, no Rio de Janeiro. Segundo boatos, Madonna estaria interessada em rejuvenescer as mãos e o pescoço e estaria disposta a gastar alguns milhares de dólares para isso.

A verdade é que só com o passar dos anos é que as pessoas, inclusive as celebridades, se arrependem de não ter cuidado da região. Afinal, de nada adianta ter a pele do rosto lisinha, se a do pescoço tiver manchas e várias dobrinhas.

O R7 elaborou um pequeno manual de cuidados básicos para prevenir o envelhecimento dessa área tão delicada do corpo. Mas, se os efeitos negativos do tempo já apareceram para você, fique calma, pois também há como rejuvenescer o pescoço.

De acordo com o dermatologista Adriano Almeida especialista em medicina estética do Cipe (Centro Integrado de Prevenção do Envelhecimento), a pele do pescoço é diferente da pele do rosto.

- O número de glândulas sebáceas da região do pescoço é menor e por isso é mais difícil reparar danos ocorridos nessa área.

Segundo o dermatologista, é possível utilizar os cosméticos que se usa no rosto também na área do pescoço. Porém, procedimentos mais agressivos, como peeling e laser, devem ser realizados com mais cautela.

Almeida comenta que a pele do pescoço pode envelhecer rápida e demasiadamente quando a pessoa se expõe ao sol frequentemente. E é por isso que se diz que o envelhecimento do pescoço depende do cuidado individual de cada pessoa.

- Para as pessoas que têm o costume de se protegerem do sol, apenas a partir dos 40 anos que a pele do pescoço começará a sofrer um envelhecimento notável.

Existem alguns tratamentos antienvelhecimento que visam prevenir os danos causados pela ação do sol e do frio à pele.

- Esses cuidados devem começar até mesmo na infância, com hidratação e uso de protetor solar. Quanto ao uso de cremes para prevenção do envelhecimento, é interessante começar a usá-los a partir dos 20 anos.

De acordo com Almeida, os cremes devem ser passados com os dedos, que devem massagear a área no sentido do tórax para os ombros, promovendo um discreto estiramento da pele, nada muito brusco.

Para quem já sofreu com os efeitos do tempo, o especialista recomenda tratamentos com peeling, laser, carboxiterapia, intradermoterapia e radiofrequência - que são feitos apenas em consultórios médicos.

- Mas esses procedimentos devem ser realizados com cautela e por um profissional confiável. Eles devem ser feitos no inverno, quando a exposição solar é menor.

Para finalizar, Almeida deu dicas do que é preciso evitar para prolongar a juventude do pescoço.

- Devemos evitar a exposição solar em excesso, qualquer tratamento muito agressivo, pois podem gerar cicatrizes, e traumas na região, seja por massagens pesadas, esfoliação desnecessária ou movimentos indelicados na área.

Apesar de toda a preocupação e os cuidados com o pescoço, o dermatologista Valcinir Bedin é realista.

- Com o passar da idade, não adianta querer que a área fiquer totalmente lisinha, sem rugas. Hidratar, proteger do sol e tratar com ácidos a partir dos 30, pode ajudar bastante, mas não completamente. Felizmente, hoje em dia já temos alguns tratamentos com aparelhos que melhoram bastante o aspecto do pescoço envelhecido, como a radio frequência.

Cuidados acima dos 50 anos

Segundo Bedin, No caso da cantora Madonna, que fará 52 anos no dia 16 de agosto deste ano, as alterações hormonais que atingem as mulheres dessa faixa etária deixam a pele 50% mais fina do que aos 20 anos, e portanto, mais frágil. A produção de fibras de colágeno e elastina, que dão sustentação à pele do pescoço, fica enfraquecida.

- Por isso, é necessário passar um creme hidratante concentrado, com proteção solar, na pele do pescoço duas vezes ao dia. À noite, aconselho usar um creme nutritivo, com proteínas, vitaminas, minerais e ácidos. Cabe ao dermatologista avaliar a adequação de usar produtos com sensores, que esticam a pele, e o ativo DMAE, que ajuda a epiderme a se revitalizar.

De acordo com o dermatologista, além do DMAE, outros ativos que ajudam na revitalização da pele são: ceramidas, manteiga de karité, zinco, silício, co-enzimas, colágeno, silicone, alfa-hidroácidos,vitaminas A, C e E e ácidos graxos.

- As co-enzimas, assim como o zinco e o silício, estimulam a renovação celular e melhoram a elasticidade da pele. Os alfa-hidroácidos resgatam a luminosidade da pele e os ácidos graxos mantêm a qualidade da membrana celular, dando um aspecto aveludado ao tecido áspero. A vitamina E protege as células contra os radicais livres e possui ação reparadora, a vitamina A incentiva a renovação da gordura natural da pele e a C é um antioxidante que acelera a produção de colágeno. O silicone forma uma membrana sobre a pele, protegendo-a, e as ceramidas e a manteiga de karité são hidratantes concentrados.

Por: Nadia Heisler

veja também