Primeiro cesárea, segundo normal. É possível?

Primeiro cesárea, segundo normal. É possível?

Atualizado: Sexta-feira, 5 Março de 2010 as 12

Existe um mito entre as mulheres e grávidas de que uma vez feito um parto cesárea, os próximos sempre terão que ser também cesárea.

Você, certamente, já ouviu essa frase…

Pois foi o que abordou recentemente a Revista Crescer.

Se o primeiro filho nasceu através de uma cesariana, todos os outros nascerão da mesma forma. As últimas pesquisas, porém, mostram que ter um parto normal após uma cesárea é completamente possível e seguro. A mais recente delas, publicada no Jornal de Ginecologia e Obstetrícia Britânico, mostrou que é possível, sim, ter um parto normal depois de até três cesáreas consecutivas.

O principal motivo para não indicar o parto vaginal após uma cesariana é o risco de romper a cicatriz no útero, geralmente durante o trabalho de parto.

Esse fator existe, e não é o único, mas não elimina a possibilidade de um parto normal após a cesariana.

"Deve-se colocar na balança as vantagens e as desvantagens de cada gravidez antes de decidir pelo tipo de parto. Para ter um parto normal com tranquilidade, o ideal é que a última cesárea tenha acontecido há mais de dois anos. Esse intervalo é necessário para fortalecer a cicatriz no útero e prevenir uma ruptura uterina"

Outros fatores que impedem um parto normal após uma cesariana são o tamanho da bacia da mulher (se for muito estreita) ou se o bebê tiver mais de 3,5 kg.

Se o médico avaliar que as condições são favoráveis, e que nem mãe nem bebê correm riscos, a opção é pelo parto normal. A recuperação é mais rápida, você pode amamentar seu filho logo em seguida e as chances dele enfrentar dificuldades respiratórias são menores etc. No entanto, alguns cuidados especiais são necessários. O trabalho de parto não deve ser induzido com remédios. As contrações uterinas induzidas são mais fortes e mais próximas, o que pode causar o rompimento da cicatriz do útero, além de sangramento, entre outros riscos.

Converse com seu médico e decida com ele o que é melhor para você e para o seu bebê.

As chances de ter um parto normal após uma cesárea são maiores se: a cesárea ocorreu porque o bebê não estava encaixado.

As chances de ter um parto normal nesses casos são menores se: a cesariana anterior foi realizada porque sua bacia é estreita ou se tomou remédio para induzir o parto.

veja também