Quais as vantagens do sabonete íntimo?

Quais as vantagens do sabonete íntimo?

Atualizado: Quinta-feira, 7 Outubro de 2010 as 10:23

Cada vez mais surgem novos sabonetes indicados às regiões íntimas. Mas sempre fica a dúvida: qual a diferença deles para os comuns? A resposta está no pH.

Para manter os microorganismos e lactobacilos que vivem no órgão genital feminino e proteger a mulher de possíveis infecções, essa região precisa manter um pH ácido, que é justamente o encontrado nos sabonetes íntimos. Já os sabonetes comuns são caracterizados pelo pH básico ou neutro, que pode desbalancear esse índice necessário.

Além disso, eles contém menos detergente e ainda possuem uma composição hidratante, que impede o ressecamento do local e possíveis coceiras.

Para completar, eles costumam ser mais indicados para período menstrual e início da menopausa, quando o pH tende a ficar mais alcalino, devido à alteração hormonal, aumentando o risco de infecções urinárias.

Mas como se trata de uma região muito sensível, é bom lembrar que esses produtos não estão isentos de causar alergia. Portanto, é importante checar se eles são produzidos por empresas conceituadas, se possuem ácido lático em sua formulação e até procurar um ginecologista em casos de mais dúvidas.

Cada vez mais surgem novos sabonetes indicados às regiões íntimas. Mas sempre fica a dúvida: qual a diferença deles para os comuns? A resposta está no pH.

Para manter os microorganismos e lactobacilos que vivem no órgão genital feminino e proteger a mulher de possíveis infecções, essa região precisa manter um pH ácido, que é justamente o encontrado nos sabonetes íntimos. Já os sabonetes comuns são caracterizados pelo pH básico ou neutro, que pode desbalancear esse índice necessário.

Além disso, eles contém menos detergente e ainda possuem uma composição hidratante, que impede o ressecamento do local e possíveis coceiras.

Para completar, eles costumam ser mais indicados para período menstrual e início da menopausa, quando o pH tende a ficar mais alcalino, devido à alteração hormonal, aumentando o risco de infecções urinárias.

Mas como se trata de uma região muito sensível, é bom lembrar que esses produtos não estão isentos de causar alergia. Portanto, é importante checar se eles são produzidos por empresas conceituadas, se possuem ácido lático em sua formulação e até procurar um ginecologista em casos de mais dúvidas.

veja também