Quais cores combinam com você?

Quais cores combinam com você?

Atualizado: Quinta-feira, 8 Setembro de 2011 as 2:04

A cor é um dos elementos-chave na composição de um visual harmonizado, capaz de rejuvenescer e iluminar a pele. Uma escolha errada pode empalidecer, acentuar olheiras e marcas de expressão e até deixar você com um aspecto abatido. Um ramo da consultoria de imagem oferece um serviço que indica quais cores mais combinam com a pessoa, a análise de coloração pessoal.

O interesse pela relação das cores com a valorização da aparência do indivíduo refletiu na incorporação do tema nas universidades norte-americanas na primeira metade do século 20. Várias pesquisas foram desenvolvidas a partir da constatação de que a pigmentação da pele, cabelo e olhos carregam informações sobre o estilo e a personalidade.

Foi concebida a teoria sazonal das cores, sistema que categoriza as pessoas como quentes ou frias e as enquadra em um dos quatro grupos de cores que correspondem às estações do ano primavera, verão, outono e inverno. Além da temperatura, a saturação e a profundidade dos tons da pele são analisadas.

Gabi Souza, consultora de imagem da Boucle Consulting, explica que o fato de dois terços das pessoas serem neutras, resultado da mistura de pigmentos, motivou a ampliação do método para análise sazonal expandida, popularizada nos anos 1990 com a adoção da paleta de doze grupos de cores.

Após a análise, a pessoa ganha uma paleta com 36 cores para ajudar na escolha de roupas, acessórios, joias e maquiagem. 

Para se submeter à análise de coloração pessoal, a cliente precisa colocar um avental sobre os ombros e um faixa de cabelo de cor neutra para deixar a pele em evidência e anular a influência de roupa e cabelo. Além de um espelho e uma cadeira, é necessário que a pessoa esteja com uma blusa neutra, sem maquiagem e bijuterias.

É preferível realizar a análise sob a luz natural, mas, caso seja feita em ambiente fechado, a consultora utiliza uma dupla de lâmpadas full spectrum, cuja luz se aproxima da iluminação solar.

A primeira etapa consiste em avaliar o subtom (influenciado pelo nível de melanina, caroteno e hemoglobina), ou seja, se a temperatura da pele é quente, neutra ou fria. Tecidos de diferentes cores são dispostos sobre o avental e, aproximadamente 20 minutos depois, é diagnosticada a temperatura quente.

No passo seguinte, Gabi investiga a estação do ano compatível com o subtom da pele. A analista argumenta que a definição sazonal foi fundamentada na observação da natureza. Na primavera o florescer torna as cores vivas, no verão são opacas devido à forte incidência do Sol, no outono são terrosas por conta das folhas secas e queimadas, e no inverno são azuladas.

A temperatura quente só pode corresponder à primavera ou outono, enquanto que a fria condiz com as outras duas estações. Após mais testes com tecidos, descobre-se que a repórter é primavera pura. Como não foi identificada a neutralidade, a etapa da análise sazonal expandida é dispensada.

veja também