Queda dos cabelos e caspa

Queda dos cabelos e caspa

Atualizado: Segunda-feira, 20 Junho de 2011 as 9:48

Nesta mudança de estação é muito comum a gente perceber uma queda mais acentuada dos fios de cabelo. Muitas vezes a causa pode ser natural, dentro do ciclo normal de renovação capilar, mas também vir de fatores totalmente fora da condição de normalidade fisiológica.  

Preste atenção no fio que cai e reconheça o momento da "morte" do seu cabelo.  

O velório do fio  

Para se reconhecer o momento de "morte" do fio de cabelo é só prestar atenção na ponta da fibra que se solta:  

Uma intumescência esbranquiçada corresponde à raiz do cabelo morto, já a algumas semanas. Mas se você tracionar violentamente a cabeleira, poderá extrair o bulbo ainda vivo que é volumoso, escuro e envolto em bainhas escuras. Estes fios foram arrancados ainda vivos!  

As fases do desenvolvimento do cabelo  

O cabelo cresce à partir de sua raiz, em 3 etapas distintas de desenvolvimento:  

A fase Anágena corresponde ao crescimento ativo do cabelo, e dura de 3 à 6 anos.  

A fase Catágena é o período de regressão, que dura 3 semanas, onde há a interrupção da atividade folicular.  

Finalmente a fase Telógena dura aproximadamente 3 meses, onde o cabelo morto é empurrado por um novo fio anágeno. A nossa cabeleira possui 80-90% de fios na fase Anágena. Entre 50 e100 fios de cabelos caem diariamente e teremos cerca de 25 ciclos pilares durante a vida.  

Quanto cai  

Primeiro você precisa saber se o número de fios que caem diariamente estão dentro da normalidade. Para isso lave a cabeça num lavatório, colocando uma toalha para vedar a saída da água. Conte os fios que ficaram retidos na toalha. Um número maior do que 100 revela que os fios estão caindo em demasia.  

Alopécia, a queda dos cabelos  

A Alopécia, ou queda dos cabelos pode ser parcial ou total, prematura ou senil.  

Em zonas isoladas é chamada "pelada"- Alopécia Areata , se provém de desnutrição geral, é chamada de Alopécia Caquética.  

Há mais de 2000 anos já assinalava Aristóteles que "...ordinariamente são os homens , em maior freqüência, e não as mulheres, que sofrem de calvície". O papiro de Éders, primeiro escrito médico conhecido, já indicava um remédio egípcio contra a calvície, composto entre outros ingredientes de gordura de leão, hipopótamo, crocodilo, ganso, serpente e íris. A fórmula exótica era tão acreditada que até a rainha Nefertiti a usava.  

Causas  

São tantos os possíveis vilões...Se a queda não for hereditária os principais causadores podem ser diversas.  

Seborréia e caspa aparecem muitas vezes associadas ao início da calvície.  

Também são atribuídos outros fatores, como problemas emocionais, stress, doenças diversas, disfunções hormonais, alimentação desequilibrada, hábitos de vida inadequados, fatores ambientais e até climáticos. A secreção excessiva das glândulas sebáceas do couro cabeludo pode engordurar o cabelo todo, tipicamente no processo da seborréia ou do eczema seborréico.  

Entendendo a caspa  

A caspa é uma descamação do tecido do couro cabeludo e parece não comprometer a normalidade do cabelo, mas quando as escamas são maiores e untosas e o couro cabeludo por baixo delas aparece avermelhado, quase sempre representam sinal de eczema seborrérico.  

A caspa aparece como flocos descamados no couro cabeludo, tornando-se um problema desagradável, pois afeta a estética de grande parte da população mundial, causando constrangimento à quem sofre do fenômeno.  

A fisiologia do aparecimento da caspa é multi-funcional. São várias as causas do aparecimento da caspa:  

* A Hipersecreção sebácea é responsável pelas irritações e prurido, a "coceira" que ataca o paciente, principalmente no final do dia.  

* Anomalia da proliferação epidérmica, isto é, a multiplicação desenfreada das células da epiderme do couro cabeludo.  

* A proliferação microbiana exagerada do fungo Pityrosporum ovale também causa irritação do couro cabeludo, coceira e descamação. Quando a caspa atinge sua forma mais severa, transforma-se em dermatite seborréica.  

Mulher também fica careca...  

A queda anormal dos cabelos atinge homens e mulheres causando grande e definitiva ausência de fios no couro cabeludo. Cientificamente denominada "Alopécia Androgenética", a perda definitiva dos fios têm também atingido as mulheres, graças ao modo de vida, competição, stress e profundas alterações hormonais. Este percentual de mulheres sofrendo de queda anormal vem crescendo significativamente.  

Tratando o todo  

As medidas essenciais para tratar o aparecimento da caspa são:  

1 - Manter uma alimentação equilibrada, seguindo a orientação dada pelos nutricionistas em relação à pirâmide alimentar:  

pirâmide:  

Óleos vegetais  

Açucares naturais (frutas, mel)  

Proteínas (carnes, leite e derivados)  

Vegetais (legumes, Verduras)  

Carbohidratos (cereias, massas)  

2 - Higiene preventiva correta dos cabelos e couro cabeludo:  

Usar semanalmente um shampoo específico, com efeito preventivo.  

Procure pelos seguintes ingredientes anti-microbianos na formulação do seu produto:  

* Octopirox: Piroctone Olamina  

* Piritionato de Zinco  

* Ácido Salicílico  

* Coal tar  

* Ácido Undecilênico  

3 - Não agredir o couro cabeludo; evite escovar ou coçar o couro cabeludo e os cabelos com força excessiva.  

4 - Consultar regularmente o seu Dermatologista.  

5 - Manter hábitos saudáveis de vida. Cigarros e álcool em excesso acabam com suas defesas naturais.  

6 - Manter pentes e escovas sempre limpos e livres de fios. A limpeza semanal destes acessórios, em lavagem com água e shampoo é suficiente para garantir sua mas para evitar a queda dos cabelos é essencial adotar cuidados abrangentes , desde a alimentação balanceada, controle hormonal sob orientação médica e uma rotina de exercícios físicos convenientes. A atenção deve ser redobrada quanto à escolha e uso de produtos cosméticos.  

Uma lavagem eficiente e suave , seguida de condicionamento e tonificação complementar vão garantir a saúde do couro cabeludo e a beleza dos fios.  

Os cosméticos inteligentes  

Não se iluda! Não existem milagres cosméticos para fazer nascer cabelo, nenhum shampoo, ou tônico capilar ou seja lá o que for pode trazer os fios de volta. Mas você pode evitar a queda anormal escolhendo bem os ingredientes das formulações.  

Procure na formulação dos produtos estes ingredientes:  

* Pantenol, ou pró-vitamina B5- Garante a umectação e flexibilidade dos fios.  

* Extrato da alga marinha Pelvetia canaliculata, de alta capacidade ativadora da circulação sanguínea periférica.  

* Oligoelementos extraídos da alga Girgatina stellata, regenera os cabelos frágeis ou demasiadamente finos.  

* Alfa-Hidróxi-ácidos( AHA) - Ativam a circulação periférica e aumentam a irrigação do bulbo do cabelo, melhorando a sua nutrição.  

* Extrato vegetal de Gingko Biloba-Inibe a peroxidação da membrana lipídica e estimula a síntese dos prostanóides. Difícil de entender? Isto significa que os princípios ativos contidos neste extrato são responsável pela proteção do couro cabeludo, evitando a formação de radicais-livres danosos e a mantendo as condições de equilíbrio do cabelo.  

* Extrato alcoólico de Tussílago farfara L., Achilhea Milleflium L e Cinchona off.L que atuam sobre as etapas cíclicas fisiológicas de crescimento dos cabelos, fase Anágena( período de crescimento intenso), Catágena( regressão morfológica) e Telógena( descanso) quando a queda é natural.  

* Complexo lipossomado que combina os extratos de P. japonicus, polygonaceae camomila e baço bovino, agente que combina anti-seborréicas, anti-inflamatórios, regeneradores de tecidos e estimulante da respiração e micro-circulação.  

Na   Aromaterapia   são indicados para queda dos cabelos os Óleos Essenciais de Lavanda ( lavanda officinalis)e Alecrim( Rosmarinus officinalis), usados em conjunto ou separadamente.  

A massagem regular sobre o couro cabeludo auxilia para a melhor circulação sanguínea. Deve ser feita uma ou 2 vezes por semana, deixando permanecer os óleos ao menos 1 hora sobre a superfície do couro cabeludo.      

veja também