Rejuvenesça

Rejuvenesça

Atualizado: Sexta-feira, 12 Agosto de 2011 as 11:11

Um novo procedimento estético usando terapia celular retirando células dos próprios adultos com interesses em rejuvenescimento promete fazer com que mulheres e homens possam estacionar ou até mesmo voltar no tempo.

A nova técnica para rejuvenescimento em casos de rugas de expressão e envelhecimento consiste na aplicação de células do próprio paciente, injetada em locais como face, pescoço, colo e mãos. A aplicação é feita na região onde fica uma célula chamada fibroblasto, predominante na segunda camada da pele humana (derme), que é responsável pela regeneração e criação de elastina e colágeno.

Para o endocrinologista dr. Tércio Rocha, pós-graduado em medicina estética em Paris e membro da Sociedade Francesa de Medicina Estética e da Academia Brasileira de Antienvelhecimento, o tratamento implica em menos riscos de rejeição por serem aplicadas no paciente as próprias células.

"Reações que podem acontecer em qualquer tipo de intervenção estética diminuem com esse procedimento, por se tratar de material biológico próprio. Outro fator positivo é que as células injetadas se integrarão de forma mais rápida e duradoura, fazendo com que o paciente observe os resultados por muito mais tempo" explica.

A retirada das células é simples. O profissional vai fazer uma pequena incisão em tecido adiposo, no couro cabeludo. Em alguns casos, pode ser retirado também da gordura após uma lipoaspiração. O interessante é que a coleta não precisa ser feita no momento em que se deseja fazer as reparações na pele. Após a incisão, o material é enviado para o laboratório Excellion, em Petrópolis (que tem, desde 2007, autorização da Anvisa para manipular células) e lá são congeladas em tanques de nitrogênio líquido, onde ficam conservadas até o paciente desejar fazer a aplicação.

Na hora da aplicação, que é realizada em consultório médico, é preciso um pouco de paciência. As sessões precisam de um intervalo de 30 a 45 dias entre elas. No entanto, o resultado pode durar cerca de quatro anos.

De acordo com o laboratório, o tratamento é indicado para a correção de deformidades de contornos faciais, como sulcos nasolabiais, rugas, cicatrizes de acne e outros defeitos causados pelo tempo.  

veja também