Rigidez capilar

Rigidez capilar

Atualizado: Quarta-feira, 24 Novembro de 2010 as 9:55

Imagine uma bruxa daquelas dos filmes infantis com os cabelos desgrenhados e espigados. Embora ficcional, a imagem serve para descrever como suas madeixas podem ficar caso sejam atingidas pela rigidez. Nesse Especial Reparação, já falamos sobre pontas duplas, ressecamento, quebra e opacidade. Infelizmente, os problemas capilares não param por aí. A rigidez, que retira a maleabilidade, deixando os fios sem vida e sem forma, é a última vilã da lista. Preparada para derrotá-la?

Qual a causa da rigidez?

A terapeuta capilar Sheila Bellotti, uma das maiores especialistas em recuperação capilar, no Rio, explica que a rigidez da fibra é causada principalmente pela perda de enxofre. Isso acontece devido ao uso inadequado de produtos contendo ativos ou agentes como o peróxido de hidrogênio, mais conhecido como água oxigenada. Por isso, para quem é adepta da coloração regular, é fundamental, além das hidratações frequentes, o uso dessa substância em concentrações mais baixas, o que evita a perda de proteínas e aminoácidos.

O que fazer?

Se os seus fios já estão acometidos por esse mal, a especialista recomenda comprar produtos com vitaminas e lipídios, que facilitam a nutrição e reestruturação da fibra capilar desidratada. A ceramidas, por exemplo, resgata a maciez e devolve a elasticidade. Já as proteínas são indicadas para amaciar os fios.

E no verão?

Com a exposição ao sol, mar, piscina, poluição etc, o problema pode se agravar sim. "A exposição aos raios UVA e UVB danificam a fibra, facilitam a perda de nutrientes e pioram a rigidez. O uso de um leave-on com protetor solar ajuda na manutenção do teor de água dos fios, além de proteger contra os agentes externos", ensina Sheila.

Cuidados básicos

Primeiro, é importante escolher um xampu adequado, que empreste à fibra ativos reconstrutores, mantendo-a saudável. A escovação deve ser realizada com cuidado, lembrando que os cabelos molhados são sempre mais frágeis do que quando estão secos. E atenção: o aquecimento dos secadores também provoca a desidratação das fibras. A recomendação, portanto, é não abusar do calor e sempre aplicar termoprotetores antes do procedimento.

Quanto tempo um cabelo com rigidez leva para se recuperar?

"Em alguns casos, ele não se recupera", sentencia a terapeuta capilar. "A rigidez é característica dos cabelos danificados pela perda de elementos essenciais e muitas vezes sua recuperação torna-se irreversível. Nesses casos, o caminho é a eliminação das partes danificadas", completa. Ou seja: um novo corte.

Sendo assim, evite expor seus cabelos ao sol, sem proteção. Escolha também um bom profissional para realizar a coloração. Ao descolorir, opte por fazê-lo gradualmente, com utilização do peróxido de hidrogênio em concentrações mais baixos. "Secadores quentes auxiliam na perda de nutrientes essenciais e também aceleram o processo de desidratação da fibra capilar. Já os cabelos finos sofrem mais desgaste", reforça Sheila. Com relação às matérias-primas que podem ajudar na recuperação dos fios atingidos pela rigidez, a especialista indica ainda o Óleo de Argan, que hidrata e devolve a emoliência.

veja também