Rosto: esfoliação garante uma pele bonita e saudável

Rosto: esfoliação garante uma pele bonita e saudável

Atualizado: Quarta-feira, 8 Setembro de 2010 as 4:14

Manter uma pele bonita e saudável nem sempre é uma tarefa fácil. Muitas pessoas tentam de tudo: tratamentos, remédios, cremes, enfim, tudo pela pele perfeita. Mas você sabia que a esfoliação é uma boa alternativa para dar um ar saudável e luminoso a nossa pele?

Para começar, é importante esclarecer que a esfoliação é um processo natural através do qual células mortas são liberadas da superfície cutânea. Segundo informações dos dermatologistas da Clinique, nosso corpo troca de pele naturalmente com uma freqüência regular, ou seja, uma nova camada de células é formada embaixo da epiderme empurrando as células antigas à superfície, de onde elas são eliminadas. Por isso, pode-se dizer que a esfoliação só vem a acrescentar e auxiliar nesse processo natural da pele.

A esfoliação melhora todos os tipos de pele, independente da idade. Só as peles extremamente sensíveis ou que pigmentam muito devem fazer esfoliação com indicação e acompanhamento do dermatologista. Confira os benefícios para os diferentes tipos de pele:

Para pele seca: a esfoliação permite uma hidratação mais eficaz e a pele fica macia e confortável;

Para pele normal: a esfoliação mantém a pele com aparência limpa, saudável, com uma coloração mais uniforme e menos propensa ao surgimento de cravos e espinhas;

Pele oleosa: mantém os poros limpos, evita o entupimento destes e é uma das maneiras de reduzir manchas escuras causadas pela acne;

Pele envelhecida: ajuda a pele a parecer mais jovem, porque ajuda no processo de renovação celular, que fica mais lento com a idade;

Pele com manchas: ajuda a diminuir manchas escuras e manchas claras provocadas por irritações alérgicas ou acne.

Já sabemos que esfoliar a pele faz muito bem, mas qual o melhor tipo de esfoliação? Na verdade existem os esfoliantes químicos, que agem através de agentes químicos e soltam as ligações que fixam as células mortas na superfície cutânea, e os esfoliantes manuais (que inclui desde esponjas de limpeza a esfoliantes em grânulos) que soltam as células mortas para que elas sejam eliminadas. Está em dúvida sobre qual escolher? Procure um dermatologista para te indicar qual o sistema de cuidados mais adequado às suas necessidades.

fonte: Cristina Arcangeli

Postado por: Juliana Melo

veja também