Sabonete íntimo: usar ou não usar, eis a questão

Sabonete íntimo: usar ou não usar, eis a questão

Atualizado: Terça-feira, 6 Julho de 2010 as 2:54

Outro dia me dei conta da enorme quantidade de sabonetes íntimos, aqueles indicados para a higiene íntima da mulher, que estão sendo anunciados e vendidos no mercado. Tem de várias marcas, para todos os gostos e bolsos.

Até onde eu me lembro, os médicos costumavam receitar o seu uso quando havia alguma indicação relacionada com a saúde. Mas, ao que parece, hoje ele é recomendado a todas as mulheres, inclusive às adolescentes.

Para tirar as minhas dúvidas, falei com dois respeitados ginecologistas de São Paulo, e ambos afirmaram que a utilização do produto é aconselhável, sim. E não apenas para quem tem alguma irritação ou quadro infeccioso.

Segundo Cláudio Bonduki, professor do departamento de ginecologia da Unifesp (Universidade Federal de São Paulo), "os sabonetes íntimos são mais eficazes e mais adequados para a higienização da região e as chances de causarem irritação são mínimas, ao contrário de alguns sabonetes comuns".

Para ele, "o ideal seria usá-los diariamente. Mas o alto custo do produto talvez não permita. Nesse caso, eu recomendo que a paciente use sempre que possível".

A ginecologista Ceci Lopes, do Hospital das Clínicas, também não vê qualquer problema em adotar essa rotina, mas para ela é importante não exagerar, "pois em excesso, é possível que fiquem resíduos na região íntima". Por isso, ela recomenda intercalar o sabonete íntimo com o comum. Fica aqui a dica.

veja também