Saiba o que é a síndrome do cabelo fedido e suas causas

Saiba o que é a síndrome do cabelo fedido e suas causas

Atualizado: Quinta-feira, 14 Julho de 2011 as 3:02

Se mesmo após lavar os cabelos e o couro cabeludo ainda restarem odores desagradáveis na região, você pode sofrer da Síndrome do Cabelo Fedido. Apesar de o nome provocar risos, trata-se de uma condição que pode atrapalhar a vida social, segundo reportagem publicada no jornal inglês Daily Mail.

Vítimas do mal relatam que sentem cheiros parecidos com esponja usada, cachorro molhado e que o mais comum é um odor azedo que é amenizado com a lavagem, mas que nunca vai embora totalmente.

Alguns afirmam que o problema é percebido por colegas de trabalho, por exemplo, mas a maioria opta por diminuir a vida social a fim de esconder o cheiro das outras pessoas. A Síndrome não tem relação com a falta de higiene e pode afetar pessoas de todas as idades.

Entre as razões para o problema pode estar o excesso de produção de óleo pelo couro cabeludo, o que torna a região e os fios mais sensíveis a odores do meio ambiente, como os gerados pela poluição, comida, entre outros.

O uso de produtos finalizadores, cremes e outras substâncias hidratantes também tendem a atrair mais odores, que se grudam a elas nos fios.

Há ainda a grande presença de glândulas sudoríparas na cabeça e algumas pessoas tendem a suar mais, assim como acontece em outras partes do corpo, o que também poderia estar ligado ao problema.

Alguns pesquisadores consideram ainda mudanças hormonais como fonte para o cheiro persistente e, nesse quesito, o estresse pode ter papel fundamental, pois afeta produções de substâncias como as da glândula adrenal.

Alimentação rica em comidas fortes e temperadas também é considerada por médicos como causadora da Síndrome do Cabelo Fedido. Casos mais graves podem ter origem em infecção por fungos, que podem atacar o cabelo por dentro ou mesmo o couro cabeludo. Até o problema ser solucionado, a lavagem frequente, até mais de uma vez por dia é indicada, assim como evitar o uso de condicionadores próximo às raízes e o uso de produtos oleosos.

fonte: Terra

veja também