Saiba tudo sobre esfoliação

Saiba tudo sobre esfoliação

Atualizado: Terça-feira, 12 Abril de 2011 as 10:50

A   esfoliação   já faz parte do ritual de   beleza   de muitas   mulheres , pois promove a eliminação de células mortas, tornando mais eficiente a penetração de cosméticos como hidratantes e deixando a pele com cor uniforme e macia. A gestora em cosmetologia da Vita Derm, Cida Costa Luz aconselha o uso desta técnica para a saúde e beleza do rosto e corpo, porém sugere cuidados preventivos que evitam agressões à pele.

Veja a entrevista e fique mais bonita.

1. O que é a esfoliação?

Esfoliação é a remoção de células descamativas da pele por meio da aplicação de substâncias esfoliantes.

2. Como ela atua na pele? Explique o processo (tecnicamente).

A renovação da epiderme é constante, pois existe uma descamação diária. Porém, nem todas as áreas descamam por igual. A esfoliação ajuda no igualar da superfície. Esse processo deixa a pele mais lisa, com brilho, macia e com melhor capacidade de receber os cosméticos, como por exemplo, hidratantes e nutritivos. Os esfoliantes tem a intenção de remover células que já estão sem núcleo, auxiliando a remoção.

3. E quais são seus benefícios “internos”? Ela funciona a favor da circulação, por exemplo?

Além de facilitar a penetração dos princípios ativos, ajuda a potencializar a hidratação, melhora a circulação e acelera o processo de renovação da pele.

4. Não esfoliar a pele do corpo traz quais consequências?

Nenhuma em especial, pois o corpo tem seus próprios mecanismos para resolver essa troca de células diárias. Estamos apenas “dando uma mãozinha”, mas devemos fazer isto com moderação para evitar o ressecamento, o que gera uma pele sem brilho e com riscos de distúrbios como coceiras, doenças, e até reações eczematosas.

5. Qual é o procedimento? A pele deve ser preparada de alguma forma?

O ideal é fazer a esfoliação durante um banho morno, aplicando o esfoliante em movimentos circulares e gentilmente, pois a intenção é esfoliar e não “esfolar” a pele. Removemos, a seguir, os resíduos do esfoliante ainda na ducha morna a .

6. Como escolher um esfoliante correto?

Opte por boas marcas e siga a orientação de seu dermatologista ou esteticista . Fuja das receitas caseiras.

7. Alguns esfoliantes são mais abrasivos que outros?

Sim, e o mais importante é nunca esfregar com força. O produto deve ser aplicado com delicadeza, em movimentos circulares e com a pele umedecida, porém, no mercado existem esfoliantes muito finos e delicados que podem ser manuseados com a pele ainda seca.

8. Quais os ingredientes fundamentais de um esfoliante? O que o consumidor precisa observar no rótulo do produto?

Normalmente, o produto vem em forma de sabonetes líquidos com componentes esfoliantes que podem ser naturais, ou sintéticos, como micro grânulos de polietileno, são encontrados, também, na forma de cremes.

9. Se a esfoliação for feita com misturas caseiras – e não produtos industrializados – quais seriam esses ingredientes?

Esse tipo de esfoliante não deve ser usado, pois mesmo com ingredientes caseiros podemos agredir demais a pele ou mesmo manchá-la. Existem diversos tipos de esfoliantes no mercado com preços acessíveis para todos os bolsos.

10. A bucha é um esfoliante? Ela sozinha basta?

A bucha promove uma esfoliação muito agressiva da epiderme, não devendo ser utilizada rotineiramente.

11. Deve haver alguma atenção especial às áreas específicas do corpo, como cotovelos e joelhos? Aliás, o que tanto essas áreas tem de diferentes?

A esfoliação é o caminho correto para a melhora da pele mais espessa, também devemos utilizar hidratantes adequados. Nos casos de queratose pilar – aspecto normalmente encontrado nos braços, coxas e glúteos – aquelas pequenas bolinhas grosseiras, a esfoliação deve ser feita pelo profissional.

12. Neste caso, muda-se o esfoliante ou é o mesmo para o restante do corpo?

No caso de uma alteração grande nessas áreas, se com a esfoliação e hidratantes habituais não há melhora, o correto é procurar o dermatologista para a prescrição de um hidratante mais adequado.

13. Quantas sessões são necessárias por semana? A quantidade difere de acordo com o tipo de pele?

Depende do tipo de pele. Podemos realizar a esfoliação uma vez por semana. Em casos mais intensos ou em áreas específicas é recomendável duas vezes por semana e quando terminar o tratamento, uma vez a cada 15 dias ou de acordo com a orientação da profissional.

14. Podemos esfoliar o corpo em qualquer época do ano? Por quê?

Sim. Precisamos apenas ter mais cuidado com a hidratação e até a lubrificação nas épocas frias. Esta recomendação ainda é maior para pessoas com pele seca.

15. Se o consumidor “passar da conta”, o que acontece na pele?

Possibilidade de irritação e ressecamento por causa da agressão causada pelo produto que se aplica. O aspecto poderá ainda ser acentuado se não houver uma hidratação adequada

16. Em quais condições a pele não pode receber esfoliação?

Em algumas patologias como acne inflamatória (pústulas), psoríase e vitiligo, além de pele muito sensível ou ressecada.

17. Porque os pés precisam da esfoliação?

Porque os cotovelos e joelhos possuem uma camada externa mais espessa, já que sustentam todo o peso do corpo. Além da esfoliação, massagem com creme ou manteiga para manter a emoliência e hidratação, uma vez que na região plantar não há glândulas sebáceas. Se o processo for feito por outra pessoa, melhor ainda!

18. O número de sessões por semana deve aumentar?

Depende de cada caso, pode aumentar sim.

19. A esfoliação deve ser feita com produtos específicos para os pés? Por quê?

Às vezes, precisamos de agentes mais abrasivos para remover o excesso de pele acumulada na região plantar. Eles são capazes de remover um pouco da camada de queratina (proteína que compõe a camada córnea).

20. Depois da esfoliação, ainda no chuveiro, é permitido o uso de óleo de banho?

Sim, sem dúvidas. Isso ajuda na hidro umectação da pele.

21. Depois da esfoliação (do corpo e dos pés), é necessário passar um hidratante? Qual a importância disso? Vale substituir por um óleo?

Você pode optar por usar um ou outro, ou até os dois. Ao terminar o banho, ainda molhada, aplique o óleo, massageie e enxugue-se depois.

Com a pele ainda úmida, aplique um hidratante imediatamente.

22. Algumas pessoas, após usar esfoliantes acham que a pele fica mais grossa. Por que acontece isso?

Porque exageraram na esfoliação, deixando-a descamativa e áspera.

23. Se logo após a esfoliação, a mulher precisar se expor ao sol, é preferível o protetor solar ao invés de hidratante comum?

Recomendo os dois, pois filtro solar deve ser usado diariamente, mesmo na cidade. Aplique o hidratante, espalhe bem, deixe penetrar na pele e posteriormente, passe o filtro.  

veja também